HistóriaNotícias

Turista solta patinete em Patrimônio Mundial da Unesco e recebe multa

0

Às vezes, um turista pode pensar: “não sou daqui, posso fazer o que eu quiser!”. Pelo visto, não é bem assim que a banda toca e uma estadunidense descobriu isso da pior forma. No dia 3 de junho (sexta-feira), durante uma viagem à Itália, ela soltou um patinete elétrico nas Escadarias da Praça da Espanha, que fica em Roma.

Seu ato de vandalismo, que se repetiu por três vezes, foi filmado e a conta chegou: uma multa de 25 mil euros (130 mil reais). Afinal, a ação gerou rachadura nos degraus de mármore, os quais possuem suas construções com data no século 18.

Fonte: Reprodução / Youtube

Que patinada! 

Ao falar das Escadarias da Praça da Espanha, estamos falando de um monumento com 136 degraus, que traz a história de Roma em cada um deles. Isso porque a estrutura se ergueu para servir de ligação entre a dita praça e a igreja Trinità dei Monti.

Além disso, o espaço também serve para desfiles de moda, já que nele acontece o Donne Sotto le Stelle, um evento que encerra a Semana da Moda de Roma. Portanto, os italianos têm muito zelo pelo lugar, ao ponto do poder público gastar 8 milhões de reais em uma obra de restauração da Escadaria.

Portanto, é inadmissível a atitude da turista, que descia os degraus empurrando um patinete elétrico. Juntamente com ela, estava um homem, que também cumpria o percurso de descida.

Em determinado momento, ela larga o patinete ao vento, e o veículo se debate contra a estrutura da Escadaria, que ainda por cima é Patrimônio Mundial da Unesco. De acordo com as autoridades locais, a ação gerou rachaduras e trincas, já que a scooter é uma estrutura de metal pesada.

Como resultado disso, a mulher recebeu uma multa de 130 mil reais, o que equivale a 25 mil euros. Pensa que o rapaz que a acompanhava saiu impune? Não mesmo. Junto com a vândala, ele recebeu uma multa de 375 euros (1900 reais), em função da irresponsabilidade com os patinetes alugados. Além disso, ambos receberam uma proibição de voltar ao local por dois dias.

Restrições severas

Não são apenas os patinetes que não são bem-vindos na Escadaria. Desde 2018, uma norma impede as pessoas de sentarem nos degraus históricos. Isso porque, quando essa ação tinha permissão, os turistas usavam o local como assento para comer, beber e tomar sorvete.

Sendo assim, com o tempo, respingos dos alimentos e bebidas passaram a danificar o mármore da Escadaria. Dessa forma, quem senta no local ganha uma multa de 250 euros, o que vale 1.300 reais. Caso deixe sujeira, o indivíduo precisa desembolsar 2 mil reais.

Apesar de todo o zelo, o local ainda é alvo de imprudências com o patrimônio público. A propósito, há duas semanas, um turista da Arábia Saudita desceu os degraus em uma Maserati.

Em seguida, ele foi detido no Aeroporto de Malpensa, que fica em Milão. Na ocasião, ele recebeu uma denúncia por danos graves a bens culturais, mas responde em liberdade. Conforme justifica o homem de 37 anos, o GPS colocou a Escadaria como se fosse uma rua que fazia parte do trajeto. Sendo assim, na versão dele, passar por ali foi um engano.

Logo após descer os degraus, o turista pôde encontrar uma bela fonte, com o nome Fontana di Trevi. Esse espaço também serve de alvo de ações imprudentes de turistas. Um exemplo disso é a multa que o poder públic0 aplicou em dois turistas holandeses que acharam uma boa ideia nadar nas águas desse local.

Portanto, muito além de patinetes ladeira abaixo, a Praça da Espanha é um local com valor ímpar para a humanidade, mas que nem sempre tem isso reconhecido pela própria.

Fonte: R7

Mulher acusa dentista de implantar chip em seu dente

Matéria anterior

Cadeirantes brasileiras relatam falta de acessibilidade e preconceito em voos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos