Entretenimento

Um menino órfão faz um desenho no chão e emociona todo mundo

0

É normal que a gente não valorize as coisas e pessoas que temos ao nosso redor, criando arrependimentos tardios por causa disso. Também é normal fazer pedidos e se apoiar em desejos distantes sem perceber as coisas boas que temos bem na nossa frente. Com frequência, a gente não percebe a sorte que tem de ter a companhia de pessoas importantes ou conforto e carinho em familiares, por exemplo. Em muitos casos, esse sentimento só é valorizado quando a gente perde.

Antes que seja tarde demais, no entanto, você pode conferir este curta metragem do diretor Navin Kumar. A história de apenas dois minutos certamente vai te emocionar e provocar uma reflexão sobre o que você tem em sua vida. Isso tudo numa simples trama de um pequeno garoto que encontra gizes e corre para fazer um desenho no chão.

Pode parecer muito simples, mas a verdade é que o desenho feito pelo menino carrega uma mensagem que mistura beleza e dor. O conteúdo da história certamente vai tocar o seu coração, te fazer pensar e te agradecer pelo que você tem na vida.

Vamos conferir o vídeo!

O curta, intitulado Chalk, foi publicado no YouTube em 14 de novembro de 2013. “Nós queríamos fazer um filme capaz de alcançar as pessoas e tocar as partes mais profundas de seus corações e ficar ali para sempre, para que seus cérebros reagissem a isso pensando no termo ‘adoção’ e abolindo o termo ‘órfão’”, declarou o diretor do filme, Navin Kumar.

História real

Na publicação do vídeo e nos milhares de compartilhamentos que ele teve desde sua publicação, é comum dizer que a história foi baseada num episódio real percebido durante a guerra do Iraque, mas será que isso é mesmo verdade?

Uma fotografia que mostra uma pequena garota dormindo dentro dos contornos de um desenho de uma mulher como a do filme é frequentemente compartilhada nas redes sociais como se contasse a história narrada do filme: uma criança órfã que desenhou a forma de sua mãe ausente. Apesar da fotografia ser real, a história por trás da criação dela, não é.

A foto foi feita pela fotógrafa iraniana Bahareh Bisheh em seu Flicker em 2012. Quando a iamgem começou a circular na internet, a história sobre a órfã que inspirou o filme foi adicionada, mas Bahareh explica o que realmente aconteceu.

“A pequena garota é minha prima e ela dormiu no chão ao lado de fora de minha casa. Ela devia estar brincando por muito tempo e se cansou”, explica, “Não existe orfanato envolvido ou alguma história trágica por trás disso. Eu só aproveitei a oportunidade para ser criativa.”

Ainda que a motivação do filme não esteja em uma história real, é fácil sentir a emoção por trás do curta. A mistura de tristeza e coração partido com esperança acabou sendo gerada da evolução da fotografia e da inspiração para a criação do curta.

Procure se informar sobre a situação de centros de adoção e orfanatos em sua região, oferecendo ajudas como puder. A adoção é um ato de amor e altruísmo fundamental que, infelizmente, não é considerado ou nem mesmo possível para todos, mas diante do vídeo tocante é difícil não se motivar a tentar fazer a diferença.

10 truques imperdíveis para todas as vezes que for se hospedar num hotel

Matéria anterior

Liga da Justiça – Uniformes da equipe são divulgados na San Diego Comic Con

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.