Curiosidades

Ver um helicóptero voando em Marte pode ser comum algum dia, mas não hoje

0

Em suma, dominar o espaço e descobrir tudo que ele guarda, ainda é um dos maiores desejos do homem. Isso faz que nos arrisquemos em nome do conhecimento. Afinal, quem não gostaria de viajar pela imensidão do universo?!

Ademais, as pessoas são fascinadas com o quarto planeta do Sistema Solar, desde que o descobriram. Em suma, Marte, depois do nosso, é o mais popular, e isso por vários motivos. O planeta foi sempre uma grande fonte de mistérios.

Com o passar dos anos, as pesquisas foram ficando mais intensas e os robôs enviados para lá nos dão informações e imagens cheias de detalhes. Assim, as descobertas a respeito do Planeta Vermelho não param.

Helicóptero

Em fevereiro, junto com o lançamento do rover Perseverance, na “barriga” dele foi o helicóptero Ingenuity. Cada voo do Ingenuity foi mais ousado do que o anterior. Isso porque, era para o helicóptero voar somente cinco vezes. Mas ele já completou 15 voos e está longe de se aposentar.

Mesmo já tendo se passado vários meses, o helicóptero Ingenuity ainda está bem forte. E os cientistas não param de se surpreenderem com as imagens dos voos dele.

Nesse momento, o Igenuity já é praticamente um profissional de voo, e ainda é impressionante ver o helicóptero decolar e fazer suas manobras complexas em um mundo tão diferente do nosso.

Voo

Agora, a NASA acabou de divulgar a filmagem de um dos voos mais desafiadores feitos por ele, o 13° voo, que aconteceu no dia quatro de setembro desse ano. Quem capturou toda a duração do voo foi o rover Perseverance através do seu Mastcam-Z. Ele é um sistema de câmeras de visão binocular do rover.

Essa captura não somente ajuda os cientistas aqui na Terra a estudar o voo, como também coloca toda a instrumentação do Perseverance à prova.

“O valor do Mastcam-Z realmente brilha com esses videoclipes. Mesmo a 300 metros de distância, temos um close magnífico da decolagem e aterrissagem através do ‘olho direito’ do Mastcam-Z. E embora o helicóptero seja pouco mais do que um pontinho na visão ampla obtida pelo ‘olho esquerdo’, ele dá aos espectadores uma boa noção do tamanho do ambiente que o Ingenuity está explorando”, disse o engenheiro Justin Maki, do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

Esse voo aconteceu na região de Séítah, na cratera de Jezero, onde as duas sondas exploraram o terreno juntas. Elas coletaram dados para que os cientistas da Terra pudessem estudar a composição mineral da região.

Objetivo

O objetivo do voo era capturar imagens de um afloramento rochoso de vários ângulos diferentes a partir de uma altitude máxima de oito metros.

Depois da decolagem do Ingenuity, que fez uma nuvem de poeira, ele subiu até sua altitude máxima antes de virar no local e se inclinar para o lado para um voo horizontal, à direita do campo de visão do Perseverance. Depois de um tempo ele volta para a esquerda e pousa poucos metros de onde decolou.

“Decolamos do chão da cratera e voamos sobre uma linha de cume elevada antes de mergulhar em Séítah. Como o filtro de navegação do helicóptero prefere terreno plano, programamos em um waypoint perto da linha do cume, onde o helicóptero desacelera e flutua por um momento. Nossas simulações de voo indicaram que este pequeno ‘respiro’ ajudaria o helicóptero a manter o controle de sua direção em apesar das variações significativas do terreno. Ele faz o mesmo na volta. É incrível ver isso realmente acontecer, e isso reforça a precisão de nossa modelagem e nossa compreensão de como operar da melhor forma o Ingenuity”, disse o piloto-chefe da Ingenuity, Håvard Grip, do JPL.

Os engenheiros ainda continuam fazendo testes e monitorando o Ingenuity de perto durante seus voos.

Fonte:  https://www.sciencealert.com/one-day-seeing-a-helicopter-fly-on-mars-may-be-commonplace-that-day-is-not-today

A dieta 5:2 tem uma vantagem com relação as outras

Matéria anterior

NASA planeja colocar reator nuclear na lua em 10 anos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos