Curiosidades

Missão da NASA em Marte teve uma atualização empolgante

0

Dominar o espaço e descobrir tudo que ele guarda, ainda é um dos maiores desejos do homem. Isso faz que nos arrisquemos em nome do conhecimento. Afinal, quem não gostaria de viajar pela imensidão do universo?!

As pessoas são fascinadas com o quarto planeta do Sistema Solar, desde que o descobriram. Marte, depois do nosso, é o mais popular, e isso por vários motivos. O planeta foi sempre uma grande fonte de mistérios.

Com o passar dos anos, as pesquisas foram ficando mais intensas e os robôs enviados para lá nos dão informações e imagens cheias de detalhes. Assim, as descobertas a respeito do Planeta Vermelho não param.

Ingenuity

Rover2, Fatos Desconhecidos

Em fevereiro, junto com o lançamento do rover Perseverance, na “barriga” dele foi o helicóptero Ingenuity. Cada voo do Ingenuity foi mais ousado do que o anterior. Isso porque, era para o helicóptero voar somente cinco vezes. Mas ele já completou 12 voos e está longe de se aposentar.

Justamente por esses voos bem sucedidos, a NASA estendeu a missão do Ingenuity indefinidamente. O helicóptero acabou se tornando companheiro de viagem do rover Perseverance, que tem a missão de procurar sinais de vida no Planeta Vermelho.

“Tudo está funcionando tão bem. Estamos nos saindo melhor na superfície do que esperávamos”, disse Josh Ravich, chefe da equipe de engenharia mecânica da Ingenuity.

Para fazer o projeto do Ingenuity centenas de pessoas contribuíram. Mas aproximadamente uma dúzia de pessoas faz as funções do dia-a-dia atualmente. Ravich, por exemplo, entrou na equipe há cinco anos.

“Quando tive a oportunidade de trabalhar no projeto do helicóptero, acho que tive a mesma reação de qualquer outra pessoa: ‘Isso é possível?'”, disse.

Missão

Rover, Fatos Desconhecidos

Claro que todas as dúvidas que Ravich teve eram compreensíveis. Em primeiro lugar, a chegada a Marte já não foi uma coisa simples. A engenhosidade teve que suportar o choque inicial da decolagem no nosso planeta e, depois, o pouso em Marte depois de uma viagem de sete meses. Isso tudo, estando amarrado na barriga do rover.

Quando finalmente chegou em Marte, o helicóptero de apenas 1,8 quilos teve que sobreviver ao frio glacial das noites marcianas pegando o calor dos painéis solares que carregam suas baterias durante o dia.

Além disso, os vários sensores que guiam os voos do Ingenuity estão aqui na Terra e tem um atraso de 15 minutos entre os planetas. O que faz com que seja impossível uma orientação em tempo real.

Primeiro voo

O primeiro voo do Ingenuity foi em 19 de abril. Essa data e feito foram históricos por ser a primeira nave motorizada a voar em outro planeta. E superando todas as expectativas, o pequeno helicóptero voou mais 11 vezes depois disso.

“Na verdade, fomos capazes de lidar com ventos maiores do que esperávamos. Acho que no voo três havíamos realmente cumprido todos os nossos objetivos de engenharia e obtido todas as informações que esperávamos obter”, disse Ravich, que trabalha para o famoso Jet Propulsion Laboratory (JPL) da NASA, que desenvolveu o helicóptero.

Agora, o Ingenuity está sendo enviado para explorar o caminho que o Perseverance irá fazer. O helicóptero faz isso através de sua câmera colorida de alta resolução. Com isso existe um objetivo duplo: traçar um caminho seguro para o rover e ter um interesse científico, principalmente, geológico.

Fonte: https://www.sciencealert.com/remember-nasa-s-little-mars-copter-it-s-still-going-strong

Esses patos australianos podem aprender a xingar como as pessoas

Matéria anterior

Cientistas descobriram quando e como será o fim do sol

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos