Curiosidades

Vídeo registra ‘nascimento’ de novo vulcão na Islândia

0

Um vulcão nada mais é do que uma estrutura geológica, que surge a partir do escape de magma, gases e outras partículas quentes para a superfície. É provável que você nunca tenha tido a oportunidade de ver um deles em atividade. Especialmente porque o nosso país não sofre com esse tipo de evento. No entanto, para aqueles que residem nas proximidades de um vulcão, principalmente quando ele está em atividade, o risco é sempre constante.

E por mais que a maior parte das pessoas pensem que um vulcão é algo antigo e que novos não surgirão, isso não é a realidade. Tanto é que um novo eclodiu na quarta-feira dessa semana em uma região remota da Península de Reykjanes, na Islândia.

Nascimento

O momento do “nascimento” dele foi captado por câmeras aéreas. Através das imagens é possível ver o momento em que a lava eclode e corre pelas proximidades. De acordo com Magnús Freyr Sigurkarlsson, especialista em desastres naturais do Met Office da Islândia, isso aconteceu por conta de uma agitação de terra prolongada na região. Por conta dela, a borda da cratera acabou se rompendo.

Claro que um vulcão em erupção é um preocupação para quem mora à sua volta. No entanto, nesse caso, os especialistas acreditam que a lava não deve chegar nos povoados da região.

Mesmo assim, o centro de pesquisas sismológicas da Islândia pontuou algumas preocupações associadas com a erupção, sendo a principal delas um avanço eventual da lava e também o risco de novas fissuras se abrirem sem nenhum aviso prévio.

Vulcão

Quando pensamos em vulcões nos lembramos daquelas formações rochosas que expelem lava. Eles podem ser encontrados em algumas partes do mundo. Além disso, podem ainda ser encontrados em outros planetas do Sistema Solar. E eles se formam quando as placas tectônicas se chocam e acabam surgindo os vulcões.

Os ciclos tectônicos permitem o surgimento dos vulcões. Eles têm ainda a duração de 300 milhões de anos, assim definindo ainda o tempo de atividade vulcânica, após o fim de um ciclo, após milhões de anos um novo pode começar.

Em 2021, no inverno do Cazaquistão, as condições meteorológicas se alinharam e resultaram em uma torre de gelo de 13,7 metros de altura. Ela se formou a partir da água de uma nascente que jorra de uma planície gelada.

Essa torre apareceu na região de Almaty. Nesse lugar, as temperaturas são congelantes e significa que as planícies passam o inverno cobertas por uma camada espessa de gelo e neve. O grande cone de gelo que foi formado foi chamado por alguns cientistas no passado de “vulcão de gelo”. Por mais que a forma seja parecida, eles são um fenômeno diferente dos vulcões de rocha que expelem lava.

Nesse caso, o gelo vem de uma fonte termal. A água salta para a atmosfera e congela quando volta para a superfície. Assim, com o passar do tempo, uma estrutura impressionante e oca é formada.

A torre de gelo se forma todos os anos no ano novo, e ela se torna um ponto turístico para os moradores locais. Um vídeo publicado no começo de fevereiro pela Ruptly, que é uma agência que tem relações com a emissora ligada ao Kremilin RT, mostra várias pessoas perto da torre de gelo.

A maioria das pessoas conhecem o Cazaquistão apenas pela franquia de filmes “Borat”. Mas a realidade do país é bem diferente. E quando a sequência do filme foi lançada em 2020, o conselho de turismo do Cazaquistão pegou a frase de efeito do personagem, “muito bom”, para si e a fez de slogan para o turismo no país.

Fonte: G1

Imagens: Mega curioso, YouTube

CazéTV desativa chat em live da Copa do Mundo após comentários sexistas

Artigo anterior

Julho de 2023 deve ser o mês mais quente da história, segundo a NASA

Próximo artigo