• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Você vai parar de roer suas unhas depois de ler a história dessa mulher

POR Mateus Graff    EM Entretenimento      11/09/18 às 16h20

Roer unhas, cientificamente conhecido como onicofagia, é o hábito de morder as unhas dos dedos quando as pessoas diante do nervosismo, ansiedade, estresse ou mesmo do tédio. Algumas pessoas roem as unhas por causa de desordens mentais ou emocionais. Esse hábito já fez ou faz parte da vida de muita gente, mas as consequências podem ser mais sérias do que vocês imaginam.

Pois esse foi o caso de Courtney Whithorn, uma mulher de 20 anos de idade, que começou a ter esse hábito depois de ser maltrada na escola em 2014. Ela começou a roer a unha do polegar, que ficou preto depois de um certo tempo. Whithorn escondeu isso da sua família e amigos usando unhas falsas por incríveis quatro anos. O resultado? A gente mostra para vocês nessa matéria.

O caso raro de câncer

O trauma causada no dedo de Whithorn é irreversível. A consequência foi um tipo de câncer raro chamado melanoma subungueal lentiginoso acral. Desde o seu diagnóstico em julho, ela teve que fazer quatro cirurgias. As tentativas de salvar seu dedo foram várias, mas nada parecia dar certo.

Ela foi a um médico por causa de questões de estética. O mesmo a encaminhou para um cirurgião plástico que sugeriu remover o leito ungueal. Depois de uma dessas cirurgias, parte do tecido retirado foi enviado para biópsia. O resultado indicou a presença de melanoma. "Eles fizeram mais exames e quando esses resultados saíram, me disseram que era um melanoma maligno que era muito raro naquele lugar, especialmente para alguém da minha idade e daquele tamanho", declarou Whithorn.

As consequências de roer unha

Sabe qual foram as consequências? Infelizmente Whithorn foi obrigada a amputar parte do dedo polegar da mão direita. Foi preciso tomar essa decisão porque o câncer de Whithorn corria risco de se espalhar pelo seu corpo.

"Quando descobri que roer unhas era a causa do meu câncer, eu fiquei despedaçada", contou a jovem. "Eu mantinha o polegar escondido com o punho fechado, pois não queria que ninguém visse, mesmo os meus pais. Até que resolvi mostrar neste ano", acrescentou ela.

A estudante foi obrigada a parar os estudos para se recuperar. No momento ela está esperando os resultados de sua cirurgia e seu cirurgião ficará de olho em seus exames pelos próximos 5 anos. "Não há pesquisas suficientes para dizer qual é a taxa de sobrevivência ou qual é a probabilidade disso voltar, porque simplesmente não sabemos muito sobre isso", disse o cirurgião de Whithorn. Ela também terá que reaprender a escrever, que é uma das coisas que ela mais gostava de fazer.

Mas e você, sabia que roer unhas pode levar à amputação de um dedo? Comente!

Próxima Matéria
Via   Daily Mail     Metro     Extra Globo  
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+