5 fatos que vão te fazer ter medo de tomar refrigerante

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Ciência e Tecnologia      20/01/15 às 19h12

Todo mundo sabe que o refrigerante não faz bem pra saúde, mesmo que os motivos disso não sejam conhecidos. A bebida contem muito açúcar, sódio e outras substâncias que fazem mal ao nosso organismo.

Mesmo assim, dificilmente conseguimos dispensar uma lata gelada de refrigerante a qualquer momento do dia. Mas qual será o resultado desse consumo em excesso para a nossa saúde?

1. Envelhecimento precoce

pepsi

Os refrigerantes de cola, independente se light, diet ou zero, possuem na sua composição uma substância chamada ácido fosfórico. O ácido dá um sabor específico para a bebida e aumenta o seu tempo de vida útil. Ele existe também em outros alimentos, como carnes e leite, mas em menor quantidade. Pesquisa recentes apontaram que o consumo excessivo do ácido fosfórico pode estar associado ao envelhecimento precoce.

2. Câncer

perigo

O refrigerante de cola é realmente o grande vilão dos refrigerantes, além do ácio fosfórico, ele possui o corante 4-metil imidazol, o 4-MI, ou simplesmente caramelo. A substância é comprovadamente cancerígena, o consumo de 16 microgramas dela por dia já podem representar um grande risco. A Coca-cola produzida no Brasil é a que apresenta a maior taxa da substância cancerígena, segundo uma pesquisa feita pelo Centro de Ciências de Interesse Público nos Estados Unidos. Ao contrário da Coca de outros países, aqui 355 Ml do refrigerante, chega a ter 267 microgramas de caramelo.

3. Dentes podres e problemas neurológicos

carie

Além de os níveis excessivos de açúcar do refrigerante serem uma das principais causas do aparecimento de cáries em crianças, a bebida também causa outros males mais sérios, como problemas neurológicos. Um ingrediente chamado óleo vegetal bromado, ou BVO, adicionado para evitar que o aroma separe-se da bebida, pode causar distúrbios de memória e perda nervosa quando consumido em grande quantidade. Pesquisadores também suspeitam que o produto químico se acumula na gordura do corpo, podendo causar problemas de comportamento, infertilidade e lesões nos músculos do coração ao longo do tempo.

4. Latas tóxicas

lata

Não é apenas o refrigerante que causa problemas ao nosso organismo, a embalagem também. Quase todas as latas de alumínio de refrigerante são revestidas com uma resina chamada bisfenol, essa resina é usada para impedir os ácidos do refrigerante de reagir com o metal. Ela é conhecida por interferir em hormônios e tem sido associada a vários outros malefícios, como infertilidade, obesidade e algumas formas de câncer.

5. Poluição na água

água

Os adoçantes artificiais utilizados em refrigerantes diet não são sintetizados em nossos corpos, e nem durante o tratamento de águas residuais. No processo de tratamento, não ocorre separação da água e dos adoçantes.  Em 2009, cientistas suíços analisaram amostras de água tratada, rios e lagos na Suíça e detectaram níveis de adoçantes diet como acessulfame K, sucralose e sacarina em todos eles. Outro teste recente em abastecimentos de água municipal foi realizado nos EUA também revelou a presença de sucralose em todos as amostras analisadas. Não está claro ainda o efeito desses vestígios de adoçantes na água nas pessoas, mas pesquisas anteriores concluíram que a sucralose em rios e lagos interfere com os hábitos de alimentação de alguns organismos vivos.

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+