5 pacientes que milagrosamente escaparam da morte

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      11/12/14 às 21h23

Já ouviu dizer que ninguém morre antes da hora? Pois é, as pessoas costumam levar essa frase na brincadeira, mas a verdade é que essa máxima é extremamente significativa. Depois da matéria de hoje, por exemplo, você também vai se convencer do poder dessas palavras, especialmente depois que ler a história de vida de cinco pessoas, vítimas de acidentes e tragédias que tinham tudo para ser fatais, mas que acabaram sendo superadas de uma forma surpreendente.

Por um deslize, uma imprudência ou um toque macabro do destino, as pessoas que você vai conhecer abaixo estiveram, praticamente, do "outro lado". Nem os médico conseguiram explicar como, milagrosamente, elas escaparam da morte.

Confira as histórias:

1. Janne Kouri

2

Em 2006, Janne, um jogador de futebol que estavam com a carreira em ascensão; estava na praia com os amigos, na Califórnia, quando resolveu se refrescar. Deu um mergulho de cabeça, acompanhando a onda e acabou encontrando um enorme bando de areia pela frente. O impacto foi suficiente para danificar sua medula espinhal e o deixar paralisado.

No hospital, os médicos foram categórico com a família do homem, que na época tinha 36 anos, informando que ele jamais voltaria a andar. E, para completar a situação, nesse mesmo período, Janne foi parar duas vezes na UTI, devido a uma forte pneumonia que desenvolveu.

O próprio Janne começou a achar que não havia mais chances de recuperação para sua saúde e sua paralisia. Foi quando pediu que sua namorada, Susie, seguisse sua vida e encontrasse outra pessoa. Ela, no entanto, disse que jamais o abandonaria e que conseguiriam encontrar uma forma de levantá-lo da cama.

Susie pesquisou incansavelmente profissionais e tratamento que tivessem chance de fazer Janne voltar a andar, até que se deparou com uma médica, bastante conceituada, que estava fazendo um bom trabalho em Louisville. Os dois seguiram para lá e enfrentaram  períodos incansáveis de tratamentos e exercícios.

Depois de muito tempo sem movimentar as pernas, 5 anos, mais precisamente; Janne finalmente conseguiu se levantar sozinho da cadeira de rodas. Hoje ele ainda está em processo de reabilitação, mas o trenamento locomotor foi e continua sendo seu grande salvador. A felicidade do casal com o sucesso do tratamento foi tamanha que eles se casaram e abriram um centro de reabilitação, sem fins lucrativos, para pessoas paralisadas.

2. Randon Timmons

3

Aos 18 anos, esse rapaz sofreu um acidente terrível que, por milagre, não tirou sua vida. Ele estava "pegando carona", de skate, na traseira de um veículo, quando perdeu o equilíbrio em um desnível e foi jogado longe, caindo de cabeça no asfalto.

Randon foi levado para o hospital de Van Buren,  Indiana (Estados Unidos), onde já chegou em estado grave. Segundo os médicos que o socorreram, o garoto já não tinha praticamente nenhuma atividade cerebral e uma parte considerável de seu cérebro precisou ser retirada emergencialmente devido ao inchaço que seu órgão apresentava.

A partir daí foram semanas de agonia para a família do rapaz, que não queria desistir de sua vida. Virgílias e orações foram feitas por parentes e amigos na porta do hospital e seus pais não o deixaram um só dia sozinho. Então, sem qualquer explicação racional, o menino começou a melhorar e chegou até ir para a casa.

Os médicos dizem que foi realmente um milagre ele ter sobrevivido. Especialmente porque as sequelas que ficaram do ocorrido foram mínimas, como uma amnésia leve e sutis alterações de personalidade; nada que vá comprometer sua qualidade de vida. Para o rapaz, agora, só falta uma cirurgia reparadora, que vai inserir próteses em seu crânio para reajustar o formato de sua cabeça, que ficou deformada.

3. Okkhoy

1

Em Bangladesh, a palavra "okkhoy" quer dizer inquebrável. Esse vai ser o apelido pelo qual você vai conhecer o garoto, cuja cabeça deformada é possível ver na foto acima. A intenção é preservar a identidade da criança, que foi torturada e mutilada, em 201o.

Tudo começou quando o menino foi atraído, por outras crianças, para fora da casa de seus pais. Ele achava que ganharia um picolé, como prometido, se seguisse os outro meninos. Acontece que Okkhoy foi levado para um lugar afastado, de onde logo se aproximaram quatro homens adultos.

Com medo, o garoto tentou fugir, mas já era tarde. Ele estava sendo forçado a pedir dinheiro na rua para os homens que o cercaram, mas como se recusou, começou a ser castigado.

Primeiro Okkhoy foi preso com pés e mãos para cima, depois teve a cabeça acertada, com toda força, por um tijolo. Isso, aliás, foi o que causou o buraco profundo em seu crânio, como mostra a foto.  Depois os homem começaram a fazer cortes profundos em sua barriga e no peito, em forma de cruzes. O menino ainda teve o pênis  e um dos testículos arrancados.

Como pensaram que o garoto estava morto, os agressores o deixaram ali mesmo, atrás de um armazém, com pés e mãos amarrados. Dizem que foi sua mãe que o encontrou naquelas condições e, desesperada, o levou para o hospital.

Quando Okkhoy chegou até os médicos, seus órgãos precisavam ser pressionados para não sair e o interior de sua cabeça estava exposto. Ninguém, aliás, sabe como ele não morreu, já que a quantidade de sangue que havia perdido era impressionante.

Três meses depois, a criança pode deixar o hospital. Foi um milagre sua recuperação física, embora as cicatrizes da barbárie ainda sejam visíveis em seu corpo, mesmo que já tenha passado por várias cirurgias plásticas, procedimento que o pequeno Okkhoy ganhou de médicos americanos que se sensibilizaram com seu caso.

4. Alcides Moreno

4

Esse outro caso aconteceu no início do mês de dezembro, em 2007. Alcides Moreno e seu irmão, Edgar, lavavam as janelas do 47º andar de um edifício em Manhattan, quando a plataforma onde estavam se soltou. Os dois, então, caíram em um beco.

Edgar não resistiu a queda e morreu na hora. Alcides, por outro lado, foi encontrado pelo bombeiros milagrosamente vivo e consciente!

Quando chegou ao hospital, os médicos não sabiam explicar como homem ainda estava vivo: ele tinha fraturas nas pernas, nos braços, havia comprometido várias de suas vértebras, tinha lesões cerebrais graves, hemorragias em vários órgãos e assim por diante.

Alcides, claro, não ficou acordado por muito tempo e entrou em coma. Mas o homem, que pode ser considerado um dos mais persistentes do mundo, recobrou a lucidez e a memórias naquele mesmo mês de dezembro, no dia de Natal. Suas primeiras palavras foram: "o que foi que eu fiz?".

Mesmo com sua surpreendendo recuperação, os médicos alertaram que ele precisaria de mais um ano para voltar a andar. Antes disso, Alcides precisaria passar por mais uma cirurgia de alinhamento da coluna. Mas, o que realmente importa disso tudo, é que ele sobreviveu!

5. Sam Schmid

5

Em outubro de 2011, esse universitário sofreu um acidente terrível, que tinha tudo para ter tirado sua vida. Sam estava viajando de carro, quando seu veículo atingiu um poste de luz e capotou. O resultado do acontecimento foi horrível e rapaz foi levado de helicóptero para o hospital, em estado gravíssimo.

Os médicos identificaram fraturas e lesões cerebrais preocupantes no estudante, que estava vivo às custas de aparelhos. Logo, então, foi preciso fazer uma cirurgia para a retirada de um coágulo no cérebro. O procedimento, no entanto, acabou desencadeando um AVC no rapaz .

Nesse momento, a família de Sam foi preparada, pelos médicos, para o pior. Isso porque o paciente já não mais apresentava atividades cerebrais depois da operação. Mas, por intuição, o cirurgião mandou que os aparelhos continuassem ligados por um tempo.

Horas depois, quando a equipe médica se preparava para dar o veredito final sobre a vida de Sam, uma nova ressonância foi realizada. O exame, que veio a tempo de impedir os médicos de desligarem seus aparelhos, mostraram que o rapaz já apresentava sinais de vida e que estava apenas em coma.

No mês de dezembro daquele mesmo ano, Sam conseguiu caminhar com a ajuda de andadores e voltou a falar quase perfeitamente. Mas, com relação ao acidente, o rapaz não consegue se lembrar de nada.

Continue conosco! Leia também: 5 casos de mortes durante Realitys Shows e 4 pessoas que pagaram caro por enganar da morte.

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+