História

7 casos de exploradores que, supostamente, foram comidos por canibais

0

Muitas pessoas acreditam que somente alguns tipos de animais selvagens praticam o canibalismo, porém não acreditam que pessoas também podem se submeter a tal pratica. Bom, em circunstâncias extremas ou por motivos de crença, essa barbaridade pode acontecer. Ao longo da história, especialmente a alguns séculos atrás, muitas pessoas foram devoradas por outras pessoas. Muitas vezes o motivo era sobrevivência outras por um hábito cultural ou religioso. Muitos marinheiros, missionários e turistas já passaram por essa assustadora situação. Alguns foram sobreviventes ou outros os que devoraram.

Hoje a Fatos Desconhecidos traz para você alguns casos sinistros de exploradores que acabaram tendo suas carnes descarnadas do ossos e devoradas. Sim, seres humanos também canibalismo, e por incrível que pareça, isso é mais comum do que parece. Conheça 7 casos de exploradores que, supostamente, foram comidos por canibais.

1 – Stefan e Heike

Um casal de alemães,Stefan Ramin e Heike Dorsch, viajaram para as ilhas Marquesas na polinesia francesa no dia 30 de agosto de 2011.Lá eles contrataram um nativo chamado Arihano para guia-los em uma caçada tradicional do local. O guia e Ramin foram na frente, enquanto Dorsch ficou para trás.

Após horas o guia volta correndo e diz que houve um acidente e que ele precisava da ajuda de Dorsch urgentemente. Quando Dorsch seguiu para a floreta com o guia, o mesmo apontou uma arma para ela e a amarrou em um arvore. Arihano volta para o meio do mato e depois de várias tentativas consegue se soltar. Mais tarde foram achados os restos de seu namorado misturados nas cinzas de uma fogueira. O que foi deduzido foi que ele tinha sido morto e comido pelo guia de caçada.

2 – A Taiga Siberiana

Em 2012 quatro amigos viajaram para explorar a Taiga Siberiana e pescar, porém o veículo que estavam acabou afundando em um rio junto com todos os suprimentos. Dos quatro, somente dois sobreviveram Alexei Gorulenko e Aleksandr Abdullaev.

Quando eles foram encontrados, estavam levando os pedaços de um dos seus amigo. De acordo com os dois homens, para sobreviverem, ele tiveram que comer o amigo. Segundo Aleksandr, ele havia morrido devido uma ferida na perna. Futuramente Gurulenko foi acusado de assassinado e foi preso, Abdullaev não foi acusado de nada. O quarto homem não teve seu corpo encontrado.

3 – Missionários de George Brown

No século 19 um reverendo chamado George Brown enviou 4 missionários para Papua Nova Guiné para converter uma tribo da região. Quando os missionários começaram suas pregações, os Tolai não ficaram nada satisfeitos. Os 4 missionários foram executados e devorados.

Ao saber da notícia, George Brown mandou um grupo de retaliação e queimou a aldeia toda e matou cerca de 10 pessoas. As autoridades britânicas exoneraram qualquer culpa de Brown.

4 – Marinheiros perdidos

Devido uma onda, 4 marinheiro ficaram perdidos no mar em um bote sem nenhum suprimento. O marinheiro mais novo, Richard Parker, havia bebido água salgada para saciar a sede e acabou ficando com a saúde debilitada. Thomas Dudley era o capitão do barco e havia comentado com Stephen que era um dos membros da tripulação que logo o garoto morreria.

Eles então seguraram o garoto e o esfaquearam na garganta. Para matar a sede eles beberam o sangue do rapaz, comeram da carne dele e guardaram o restante para o resto da viajem. Os 3 homens restantes foram resgatados depois de um tempo, não negaram o que fizeram argumentando que foi uma questão de vida ou morte.

5 – Sacrifício em alto mar

Owen Coffin e um grupo de marinheiros estavam em uma caçada a baleias, quando naufragaram devido um dos enormes animais ter se chocado duas vezes no barco. Os sobreviventes ficaram divididos em três botes salva-vidas, e com o tempo pessoas começaram morrer. Todos que morriam tinham seus corpos guardados para servir de alimento para os vivos.

Em um dado momento não havia mais “comida”. A tripulação decidiu votar para ver quem seria morto para alimentar os sobreviventes. Owen perdeu e quando seu primo se manifestou para tomar seu lugar, o rapaz de apenas 17 anos recusou a oferta. Nesse dia Owen morreu, e algumas semanas depois os marinheiros foram resgatados.

6 – Péssima Hora

William era um missionário que passou 20 anos de sua vida em missões no pacífico sul. Ele e seu amigo, James Harris, foram para a ilha de Erromango para converter os locais. Poucos dias atrás, um grupo de mercadores haviam massacrado vários nativos. Quando os dois missionários chegaram foram visto como ameaça. Ambos foram mortos no mesmo estante e tiveram seus corpos comidos.

7 – Naufrágio canibal

Em uma expedição em 1845 para navegar por uma passagem noroeste não explorada do Ártico, 129 homens ficaram presos encalhado no arquipélago ártico do canada. O sumiço do navio virou um noticia na Inglaterra e várias expedições foram enviadas para achar os marinheiros perdidos.

Em 1992, vários restos mortais e ossadas foram encontrada em King William Island. Depois de análises foi identificado que os ossos haviam sidos descarnados. Em 2014 o barco foi achado perdido no oceano. Acredita-se que a tripulação inteira teve que se submeter ao canibalismo para sobreviverem.

E aí, o que achou dessa matéria? Deixe seu comentário e até a próxima!

Seven Deadly Sins – Novo poster revela um personagem muito esperado pelos fãs

Matéria anterior

Como o mês que você nasceu afeta a sua saúde?

Próxima matéria

Mais em História

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.