Curiosidades

7 coisas para fazer caso seus nudes vazem na internet

0

Expor fotos íntimas sem autorização de uma pessoa na internet é crime. Não é de hoje que as pessoas têm o velho costume de enviar nudes umas para as outras. às vezes podemos confiar muito em alguém, mas acabamos nos decepcionando quando tal pessoa espalha algum conteúdo indevido na internet. Mas e aí, o que devemos fazer caso isso aconteça?

Pois bem, como sabemos que em alguns casos as pessoas até se matam por causa de uma foto íntima vazada na internet, resolvemos fazer essa matéria para orientar os nossos leitores. São dicas que para alguns podem ser óbvias, porém necessárias para quem está por fora do assunto. Então, confiram agora a nossa matéria com as 7 coisas para fazer caso seus nudes vazem na internet:

1 – Identifique o autor

Antes de mais nada, você precisa saber quem começou a espalhar as imagens na internet. Saber quem foi que começou tudo isso é importante porque caso tenha sido um companheiro ou ex-companheiro, o caso deve ser enquadrado na Lei Maria da Penha. Por quê? Bom, a Lei Maria da Penha cobre “qualquer relação íntima de afeto, na qual o agressor conviva ou tenha convivido com a ofendida, independentemente de coabitação”.

2 – Provas

Você vai precisar de provas, então, comece tirando prints e salvando os endereços de páginas onde suas fotos foram publicadas. Depois vá imediatamente ao cartório com o link onde encontra-se a foto ou vídeo divulgado para fazer uma “ata notarial”, uma certidão emitida pelo cartório dizendo que o que está no documento é verdadeiro. Caso você suspeite da pessoa que tenha publicado tais imagens (uma pessoa que você mandou nudes, por exemplo), tire print também das conversas que teve com a pessoa e principalmente do momento que você enviou as fotos. Assim você terá como provar que quem espalhou as fotos sem sua autorização foi tal pessoa.

3 – Hora de procurar um advogado

Procure um advogado que você pode confiar. Pelo fato dos procedimentos legais no caso serem vários, um advogado vai te orientar da melhor forma. Caso você tenha a oportunidade, contrate um advogado especializado em Direito Digital, isso vai facilitar muito as coisas.

4 – Faça um B.O.

Com as provas em mãos, é preciso ir até uma delegacia na presença do seu advogado para fazer o boletim de ocorrência. Ah, isso também vale para os casos em que a pessoa está sendo chantageada por alguém com posse de suas fotos íntimas. Mesmo que as fotos não tenham sido divulgadas, o mais indicado é fazer o B.O.

5 – Faça contato com os sites onde suas fotos foram divulgadas

Se as suas fotos estiverem em um site pornográfico, por exemplo, você vai precisar entrar em contato com o site para fazer a remoção. Os sites pornográficos costumam ter um formulário próprio para isso, onde você pode informar o link onde estão suas imagens. Mesmo sendo sites de conteúdo pornográficos, eles costumam retirar conteúdos que infringem a lei.

6 – Hora de entrar na justiça

Depois de fazer os passos anteriores, você vai precisar entrar com uma ação judicial por dano moral contra a pessoa que espalhou o conteúdo. Ah, além disso você também pode pedir ressarcimento por todos os gastos que teve para resolver esse problema, inclusive os honorários do seu advogado.

7 – Procure tratamento psicológico

Só quem já passou por esse problema sabe como é complicado lidar com esse tipo de situação. Além de toda a dor de cabeça em processar o criminoso, ainda tem o constrangimento. Sendo assim, procure um psicólogo e não pense que sua vida acabou por causa disso.

Mas e você, já sabia o que fazer? Conhece alguém que já passou por isso? Comenta aqui pra gente!

8 histórias emocionantes de pessoas que conquistaram seus sonhos

Previous article

7 produtos únicos dos filmes de Harry Potter que você não sabia que precisa

Next article

Comments

Comments are closed.