Entretenimento

7 coisas que só quem divide casa com mais alguém poderia compreender

0

Sair da casa dos pais é uma conquista que poucas pessoas conseguem logo no início da vida adulta, morar sozinho, ter sua liberdade, poder mandar e desmandar nas suas coisas, na sua rotina, na sua vida, é algo almejado pela maioria das pessoas. Mas, sabemos que essa é uma realidade não muito viável, principalmente para aquelas pessoas que moram em cidades grandes, onde tudo é muito caro.

Uma alternativa é dividir casa/apartamento com alguém. Pode ser com uma, duas, três, quatro… pessoas, dependendo do tamanho do imóvel disponível e dos valores das contas a serem pagas. Para algumas pessoas morar sozinho é algo que pode ser inviável, mas também pode ser indesejável, nem todo mundo sabe lidar com o fato de viver sozinho.

De qualquer maneira, existem  motivos para se morar com alguém, assim como existem alguns probleminhas de se morar com colegas. É importante lembrarmos que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de informar e entreter. Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina a aqueles que se interessarem e/ou identificarem. Sendo assim, a redação da Fatos Desconhecidos selecionou uma listinha com 7 coisas que só quem divide casa com mais alguém poderia compreender.

1 – Raramente as regras são seguidas

01

Por mais que vocês tenham um cronograma a ser seguido, a rotina nem sempre é do jeito que você(s) havia(m) planejado no início. O problema é que esse cronograma é que torna a vida de dividir a casa com alguém, muito mais leve.

2 – Seu iogurte/chocolate some misteriosamente da geladeira

Claro que não é sempre. Afinal, o combinado de vocês é dividir as contas básicas de supermercado e os itens de desejo, cada um que se vire, e pague. Se você mora apenas com mais uma pessoa é bem mais simples, mas quando se mora com muitas as coisas realmente tendem a sumir por aí.

3 – As festas podem ser maravilhosas, ou seu pior pesadelo

03

Se você é do tipo festeiro, com certeza quanto mais melhor. A questão é que você não mora sozinho, sendo assim, os outros moradores da casa precisam concordar (ou não) com o evento. Além disso, é um problema sério na hora de arrumar a casa ou se responsabilizar por algum convidado inconveniente.

4 – A “arrumação” da casa sempre é uma luta

04

Como dissemos no item 1, o cronograma precisa ser seguido, as regras fazem parte da boa convivência. Mas se você não, ou seu(s) colega(s) não o cumprem, fica tudo mais complicado, acumulado e os motivos para brigas e discussões serão infinitos.

5 – Sua casa não é motel

05

Por mais que parece legal receber os “amigos”, é bem complicado quando seu roommate resolve levar uma companhia por noite. A sua privacidade que já é pouca acaba se tornando zero. Quando se trata de namorado(a)s a situação é um pouco mais aceitável, o difícil é deixar claro para essa pessoa que ela não mora ali.

6 – Tudo é de todo mundo

06

Com exceção das coisas que ficam no seu quarto, ou seja, seus bens pessoais, todo o resto da casa é comunitário. A geladeira, o fogão, o sofá, a Tv… O que no final das contas podem causar um certo desconforto. Se você é do tipo “egoísta”, se está acostumado a ter as coisas só para você, dividir casa com alguém pode não ser uma boa ideia.

7 – Mau humor é da porta pra fora

07

Ninguém merece pessoas mau humoradas, claro que todo mundo tem dias que o clima (para ela mesma) está mais pesado, mas o que não quer dizer que precise ser assim sempre. Para dividir casa/ap é preciso ser uma pessoa altamente paciente e tolerante.

Então pessoal, vocês dividem casa? Concordam com os itens citados acima? Para vocês, quais são as partes boas e as partes ruins de se ter colega de casa/quarto? Encontraram algum erro na matéria? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

8 hacks insanos que você pode fazer com refrigerante

Matéria anterior

Por que o Halloween é comemorado no dia 31?

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.