7 coisas que você provavelmente não sabe sobre a pílula do dia seguinte

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      19/04/18 às 13h22

Existem diversos métodos contraceptivos que podem ser utilizados para prevenir uma gravidez. Entre os mais comuns estão: caminha masculina, caminha feminina, anticoncepcional e, é claro, a famosa pílula do dia seguinte. Essa última é eficaz contra a gravidez e pode ser consumida até 72 horas após uma relação sexual.

Ela é utilizada geralmente em casos e emergência e não deve se tornar um hábito em hipótese alguma. As mulheres optam por tomar o comprimido quando acabam tendo uma relação sexual sem algum outro método. Os médicos costumam indicar apenas uma dose dessa medicação por ano. Isso visa evitar os efeitos colaterais que o uso em excesso pode trazer.

No entanto, não são muitas pessoas que sabem detalhes sobre essa pílula. Você mesmo, quanto realmente sabe a respeito da medicação?

1 - Não é um método abortivo

Diferente do que muitas pessoas acreditam, a pílula do dia seguinte é apenas uma forma de prevenir uma gravidez e não um método abortivo. Tanto que é recomendado tomar até no máximo 72 horas após uma relação sexual desprovida de prevenção.

2 - Não faz mal ao feto

Outra coisa que muitas pessoas acreditam é que, se tomar sem saber que está grávida, a pílula fará alguma mal ao feto. Isso não acontecerá e as mulheres não precisam se preocupar. Ela não interrompe uma gravidez que já aconteceu.

3 - São distribuídas gratuitamente

No Brasil, existem mais de dez marcas da pílula e elas são fornecidas na rede pública de saúde. A pessoa não precisa gastar dinheiro para conseguir.

4 - Quanto antes tomar, melhor é a reação

Mesmo que o prazo seja de até 72 horas, quanto mais rápido tomar, mais chances ela terá de funcionar. Como o remédio não precisa ser indicado pelo médico, você pode tomar rapidamente e sem uma receita médica.

5 - Não traz riscos

Quando tomada sem excesso (uma por ano), ela não traz grandes riscos a saúde da mulher. É claro que, como qualquer medicamento, ela mexe com o organismo. No entanto, não é exatamente uma bomba de hormônios como muitos acreditam.

6 - Deve tomar outra em caso de enjoo

Se ao tomar você sentir enjoo e vomitar no prazo de duas horas, o remédio ainda não terá apresentado efeitos ao seu corpo, então é recomendado tomar outra.

7 - Pode atrasar a menstruação

É normal atrasar a menstruação e alterar o ciclo menstrual da mulher. Esse é mais um dos motivos para nunca exagerar no uso e não ultrapassar o indicado pelos médicos.

E aí, você sabia essas coisas sobre a pílula? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+