• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 desenhos infantis que ficaram ruins depois de um reboot mais sério

POR Raul Martins    EM Fatos Nerd      13/09/18 às 15h09

Um dos passatempos mais comuns da nossa infância era assistir desenhos, mesmo na TV aberta. Não é exagero falar que aprendemos muito com eles. Hoje, ao lembrar dessa época, um sentimento de nostalgia nos invade e logo tratamos de rever os desenhos que tanto nos marcaram.

Por isso, é muito comum desenhos famosos ganharem remakes; afinal, é um investimento menos arriscado por parte dos animadores, visto que eles irão apenas refazer algo que já possui uma boa base de fãs e admiradores. Alguns, em especifico, mudam o visual com o intuito de atrair um publico diferente - ou para acompanhar o crescimento dos antigos fãs, que já não são mais crianças. Pensando nisso, trouxemos os 7 desenhos infantis que ficaram ruins quando receberam um tratamento mais sério. Se liga aí:

1- As Tartarugas Ninja, o Filme (2014)

O filme dAs Tartarugas Ninja, dirigido pelo explosivo Michael Bay, tinha como objetivo uma produção mais séria, voltada para um público jovem-adulto. No entanto, o design foi mal feito e a falta de tom era evidente. O resultado foram críticas ruins e baixa bilheteria. Não fosse pelo marketing do filme, ele seria um fracasso ainda maior. Para você ter uma ideia, o Rotten Tomatoes, site agregador de críticas, classifica o longa com míseros 22%. Sua sequência apresentou  alguma melhora, mas ainda assim carrega alguns defeitos da primeira produção.

2- Thundercats: O retorno (2003)

Thundercats é um clássico dos desenhos animados que logo fez história também nas páginas dos quadrinhos. A minissérie Thundercats: O Retorno, de 2003, levou o tratamento adulto ao pé da letra. Nela, os Thundercats foram brutalmente derrotados. Como se não bastasse, o vilão Mumm-Ra foi apresentado como um predador rodeado de escravos mal vestidos. Para completar a tragédia, Cheetara foi escravizada e agredida por mutantes, e ainda culpa Lion-O por tudo. O tom da história é pesado e extremamente sombrio. Tudo bem querer uma produção com tratamento mais adulto, mas isso já é demais.

3- Ren & Stimpy Só Para Adultos

O primeira produção animada de Ren & Stimpy foi um marco para a industria de desenhos animados, mostrando que uma "série para crianças" poderia fugir para alguns extremos. No entanto, o que foi considerado doce e esperançoso se tornou desnecessariamente ofensivo. A proposta de reviver a série parecia promissora no inicio, pelo menos no papel. Na pratica, a série teve apenas 7 episódios. Três destes foram ao ar pela TV Spike, os outros apenas na versão em DVD.

4- Scooby Apocalypse (2016)

A série em quadrinhos Scooby Apocalypse teve criticas mistas. Se por um lado os fãs criticaram o visual dos personagens, por outro os críticos acharam que a história compensava qualquer defeito visual. Mesmo assim, é compreensível que o publico tenha um certo ressentimento com o conjunto da obra, visto que os personagens são o principal fator de sucesso da franquia e mudá-los drasticamente pode ser um jogo perigoso. O desenho pode não ter sido uma das melhores adaptações da turminha, mas também não foi o pior (afinal, quem se lembra do filme?)

5- Catatau, o Urso Selvagem (1999)

Catatau, o Urso Selvagem foi um curta produzido por John Kricfalusi. A ideia de mostrar Catatau voltar a seu instinto animal foi uma grande sacada, mas a maneira como foi trabalhada deixou a desejar. O ritmo do desenho não é bom e pode até ser considerado perturbador. A cena da briga entre Zé Colmeia e o Guarda Chico foi até deletada da versão final por ser considerada um tanto quanto sugestiva.

6- Os Muppets (2015)

Por ter um certo apelo com o publico adulto, era de se esperar que a série dos Muppets, cuja estreia foi em 2015, fosse um sucesso absoluto. Mas não foi isso que aconteceu. A série foi feita no estilo "mockumentary" (o mesmo formato de Modern Family). Esse, entretanto, não foi o problema. O que prejudicou a série foi sua comédia sem graça mesmo. Além disso, os personagens eram incomumente maldosos uns com os outros. A série tentou mudar isso no meio do caminho, mas foi tarde demais, já que a audiência já havia perdido o interesse.

7- Looney Tunes: De Volta à Ação (2003)

O filme Looney Tunes: De Volta à Ação indicava que a franquia estava pronta para um grande retorno. E estava mesmo. A ideia era um verdadeiro comeback. Infelizmente, isso não aconteceu. Apenas seis curtas foram finalizados, e muitos deles não foram lançados depois da bomba que foi o filme. Mesmo que o desenho tenha recebido um tratamento mais adulto, o modo como o produtor Larry Doyle lidava com o material estava completamente errado. Não deu certo, e nunca veremos essa versão.

E para você? Quais desenhos infantis não se deram bem com um tratamento mais sério? Conta pra gente nos comentários. Até a próxima.

Próxima Matéria
Via   CBR  
Imagens CBR RWIKIA NP YT TFS DC YT
Raul Martins
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+