• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 eventos atmosféricos mais intrigantes que podem acontecer perto de você

POR Diogo Quiareli    EM Natureza      22/10/18 às 15h50

Diversos fenômenos atmosféricos acontecem a todo instante e de várias formas. De chuvas à tornados, esses fenômenos gerados nas camadas de ar acima ou ao redor de nós afetam nossas vidas de várias formas diferentes. Esses impactos podem ser negativos ou, acredite, positivos. Existem ainda alguns eventos atmosféricos que permanecem ocultos para a maioria das pessoas e só podem ser vistos com a ajuda de aparelhos especiais. Esses são tão intensos e curiosos que intrigam até mesmo a ciência. Devido às características peculiares, há vários eventos naturais que ocorrem em áreas específicas da Terra, onde as condições são propícias.

No entanto, muitos outros fenômenos são capazes de ocorrer em qualquer lugar do planeta. Foi pensando nisso que nós resolvemos trazer essa matéria para você, caro leitor. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou alguns dos eventos atmosféricos mais intrigantes que podem acontecer perto de você. Se souber de algum outro que não listamos aqui, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

1 - Furacões que sugam o oceano

Em setembro de 2007, habitantes das Bahamas ficaram surpresos vendo o oceano sumir na sua frente. Apenas um grande deserto restou onde havia água. Dias depois aconteceu o mesmo na costa da Flórida, onde a água começou a sumir do nada. As razões disso foi o furação Irma, um dos mais poderosos já registrados. A pressão atmosférica no centro do furacão era tão baixa que ele agia como um aspirador de pó sobre a água. Parte do oceano foi arrastado para o céu e alguns dias devolvida ao mar, quando tudo passou.

2 - Meteotsunamis

Tsunamis são ondas gigantes causadas por movimentos sísmicos. No entanto, um terremoto não é a única coisa capaz de causar um tsunami. Existe um fenômeno chamado meteotsunami que é capaz de causar ondas maiores e mais destrutivas. Esse é um tipo raro e fora do natural que ocorre junto com tempestades, causando pressão do ar sobre a água. Isso causa uma grande onda que se move na mesma velocidade da tempestade e vai se nutrindo de mais água. O maior meteotsunami já registrado ocorreu em 1929 no estado de Michigan e possuía 6 metros de altura.

3 - Megacryometeors

Esse evento é basicamente um enorme bloco de gelo caindo no chão e deixando uma grande cratera. Isso foi presenciado por um morador de Cape Coral, na Flórida, em 2017. Esse evento consiste em enormes pedras de gelo com a mesma composição do granizo caindo do céu. Eles podem pesar centenas de quilos e causar grandes estragos devido a velocidade que caem. Dezenas de casos de megacryometeors foram registradas na última década.

4 - Noites Brilhantes

Houve casos em que o céu à noite era tão brilhante que podia ser comparado com alguns momentos do dia. As pessoas podiam ler um livro a noite sem o auxílio de qualquer lâmpada, por exemplo. Isso se dava por causa do "Sol noturno" e houve relatos desse fenômeno há vários séculos. Cientistas acreditam que durante o dia, a radiação ultravioleta do Sol decompõe as moléculas de oxigênio no ar da atmosfera, por isso o céu brilha durante a noite nesse evento. O resultado de todo o processo com as moléculas é uma luz verde no céu, podendo fazer a noite ser até 10 vezes mais clara.

5 - Buraco negro

Esse evento intriga até mesmo os cientistas, desde sempre. Mario Rabinowitz, da Universidade de Stanford apresentou, em 2001, um relatório sobre esses buracos. Um em específico foi abordado e, quando entrou na atmosfera da Terra, sua energia armazenada foi expelida na forma de radiação. Isso fez com que ela ionizasse o ar circundante de transformasse-o em plasma. Esse artigo fez com que os estudos a respeito aumentassem de forma absurda, pois ainda é algo pouco conhecido por cientistas.

6 - Tempestade de antimatéria

A antimatéria existe no mundo real, assim como vemos em filmes de ficção. Quando a antimatéria se choca com a matéria comum, as substâncias se desintegram violentamente e liberam uma grande quantidade de raios gama no processo. Cientistas, sabendo que o raio libera grande quantidade de raio gama, resolveram abusar isso. Em 2015, um grupo da Universidade de Kyoto colocou diversos detectores de raios gama nas costas do país. Em 2017, esses dispositivos detectaram rajadas de radiação gama após um relâmpago. Isso auxiliou nos estudos das tempestades de antimatéria.

7 - "Chuva de sangue" de meteoros

No Egito, enquanto observavam um cometa em 1017 d.C, choveu o que parecia sangue misturado com água. O mesmo aconteceu na Índia em julho de 2001, quando uma chuva vermelha caiu em Kerala, depois de muitas pessoas dizerem que viram uma chuva de meteoro no céu. Ainda não se pode dizer se a chuva era de fato feita de sangue, mas estudos mostraram que na água tinha traços de DNA. Cientistas disseram ainda que na chuva da Índia continha pelo menos 50 toneladas de "células biológicas".

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
Imagens o4uxrk33
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+