• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 fatos mais perturbadores sobre os piores papéis da história

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      11/09/18 às 15h34

A atuação está entre as profissões mais difíceis de serem seguidas e o motivo é óbvio. Dar a vida a um personagem pode não ser uma tarefa muito simples, visto que ele pode possuir traços totalmente diferentes dos nossos. Traços físicos, de personalidade e costumes são os que mais exigem mudanças nas pessoas, e algumas dessas podem ser tão extremas que causam distúrbios e coisas perturbadoras. Atores e atrizes se submetem a vários papéis durante a carreira e interpretar vilões pode perturbar qualquer um. Algumas atuações conseguem transformar até mesmo o cenário todo em lugares perturbadores.

Muitas vezes, um papel pode ser muito pior do que nós vemos na tela e foi pensando nisso que resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou os fatos mais perturbadores sobre os piores papéis da história. Se você souber de algum que não listamos aqui, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco a seguir.

1 - Game of Thrones

Jack Gleeson deu vida ao rei Joffrey e sua imagem ficou eternizada na série. Ele recebeu diversas críticas positivas pela interpretação do jovem sociopata. O ator revelou que para conseguir atuar da forma que era exigido, teve que trazer à tona todos os pensamentos negativos e lembranças ruins de sua vida.

2 - Star Trek

O ator de Soran, Malcolm MacDowell, recebeu diversas ameaças de morte pelos fãs do filme após seu personagem matar o Capitão Kirk. Os admiradores da franquia não aceitaram a morte do que afirmam ser um personagem tão icônico.

3 - Batman, O Cavaleiro das Trevas

Um dos papéis mais sombrios de todos os anos foi o do Coringa vivido por Heath Ledger em Batman, o Cavaleiro das trevas. O papel mudou totalmente as perfomances dos vilões como um todo no cinema. Antes eles faziam o mal simplesmente por serem maus. Mas isso mudou e eles agora se sentem verdadeiramente justificados pelas coisas que fazem, o que os tornam ainda mais aterrorizantes.

4 - Insônia

O falecido e icônico Robin Williams também conseguia viver vilões marcantes. Ele deu vida ao assassino Walter Finch no filme de Christopher Nolan. A motivação para o assassino vinha da humilhação e dos desejos frustrados vividos pelo astro durante sua vida.

5 - Esquadrão Suicida

Antes de dar vida ao seu personagem mais sombrio, Jared Leto pensou que se tornaria tão marcante quanto Heath Ledger no papel de Coringa. Antes de começar as gravações, Leto começou a enviar presentes estranhos para se inspirar na atuação. Ele deixou um porco morto em uma sala de ensaios para o resto do elenco e enviou um rato vivo para Margot Robbie.

6 - Novecento

O filme que foi um fracasso em bilheteria também entra na lista por um motivo bizarro. Nele, Donald Sutherland vivia o psicopata Atilla. Ele ajudava a alimentar o movimento fascista na Itália nos anos 1920. Ele chegou a matar um gato para provar o seu ponto de vista. O ator ficou tão perturbado com a atuação que se recusou a ver o filme por vários meses.

7 - Conte Comigo

Esse filme contou com uma mistura de ficção e realidade. Kiefer Sutherland decidiu dar um passo maior no seu caminho de vilão valentão. Além de aterrorizar os jovens atores diante das câmeras, Kiefer também causava medo longe delas. A sua estratégia funcionou e o ajudou a atuar melhor.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta com a gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Factinate  
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+