Imaginar se existe ou não vida no espaço é uma coisa comum. Ver luzes no céu que você não sabe bem de onde vem já é um pouco perturbador. Agora ver essas luzes acompanhadas de um OVINI e ainda com humanoides dentro é outra questão completamente diferente.

Você pode estar pesando que isso é uma daquelas coisas que acontece uma vez em um milhão de outras. Mas se enganou. Vários relatos de pessoas que presenciaram eventos com humanoides existem. Eles vão desde aqueles com animais meio humanos que sumiram no ar, até com abdução por humanoides que espalhavam medo. Separamos sete desses relatos.

1 - O incidente de Imjarvi

No dia 7 de janeiro de 1970, dois amigos, Aarno Heinonen e Esko Viljo, esquiavam na aldeia de Imjari, na Finlândia quando pararam para descansar num local onde estavam acostumados. No seu descanso eles conseguiam ouvir um sumbido perto. O céu estava escurecendo e eles viram uma luz estranha se movendo na direção deles. E o zumbido foi ficando mais alto a medida que a luz ia se aproximando. Quando o objeto chegou à 3 metros do casal de amigos emitiu então uma névoa vermelha e cinzenta. Enquanto os dois homens olhavam, um feixe de luz repentino e intensamente brilhante saiu de baixo da nave.

Quando eles se recuperaram da cegueira causada pela luz da nave notaram uma criatura em pé no meio do faixo de luz que saia do tubo de acesso. A criatura que os homens descreveram como um humanoide adulto tinha uma caixa preta nas mãos e apontou em direção a Heinonen, lançando uma névoa com faíscas em sua direção. Conforme a névoa aumentava, assim como a luz, a nave e o humanóide se foram. Heinonen, no entanto, descobriu que sua perna direita estava entorpecida e precisava de ajuda de seu amigo para voltar para casa. Mais tarde ele veria que sua urina estava preta. Acredita-se por muitos pesquisadores que o incidente é genuíno.

2 - Os encontros de Kinnula

No ano seguinte outro evento iria acontecer na Finlândia. Só que desta vez em Kinnula. No dia 2 de fevereiro de 1971, duas mulheres estavam dirigindo e notaram que estavam sendo seguidas por uma luz estranha em cima delas. Quando a luz alcançou o carro, fez com que a motorista parasse.

A luz desapareceu e no seu lugar estava um humanoide de 90 centímetros de altura com um terno marrom-esverdeado e um capacete apertado. Ele olhou para as duas mulheres antes de desaparecer na mata ao lado.

Três dias depois na mesma região dois lenhadores testemunharam uma criatura similar. Petter Aliranta e Esko Sneck decidiram fazer as malas enquanto a neve continuava a cair e parecia ficar mais pesada. Quando estavam fazendo as malas, Aliranta notou um disco de prata pairando silenciosamente sobre uma clareira nas árvores. O objeto pousaria pouco depois e, um momento depois, uma criatura humanóide de cerca de um metro de altura emergia da clareira. Vestindo uma roupa verde e um capacete com uma máscara parecida com uma de mergulhador.

Publicidade
continue a leitura

A criatura começou a ir em direção aos dois. Sneck virou sua motosserra industrial em direção à ameaça, o que a forçou a recuar. De acordo com o relatório, os dois perseguiram a criatura e Aliranta conseguiu pegá-la no calcanhar. Foi aí então que Aliaranta sentiu um tiro de dor entrando em seu corpo inteiro. Segundos depois o disco de prata com o humanóide decolou e desapareceu.

3 - O encontro de Luumaki

A Finlândia parece ser o lar dos alienígenas, porque esse terceiro caso também aconteceu por lá. Foi num verão de 1965 na cidade de Luumaki. A família Kuningas estava colhendo blueberries na floresta. Os pais, Matti e Maria, e seus dois filhos, Tapani e Teuvo, eram os únicos na área e decidiram se espalhar para colher o máximo de frutinhas que conseguissem.

Enquanto a família estava fazendo isso, Matti começou a ouvir um som "borbulhando" vindo de cima. Demorou um tempo para que encontrasse o humanoide, mas quando o viram tratava-se de uma figura semelhante a um homem em uma encosta rochosa em frente aonde ele estava.

A figura olhou atentamente para Matti por vários momentos antes de começar a ir em sua direção. Tinha cerca de 100 centímetros de altura e um corpo robusto com pele grossa e alaranjada. Matti observou a criatura aproximando-se cada vez mais. Ele queria fugir mas suas pernas pareciam enraizadas.

Quando aquele estranho chegou a metros dele, desapareceu. Matti se virou, examinando a floresta ao redor dele. A criatura, no entanto, não estava em lugar nenhum. No momento em que Matti contava a seu filho caçula Teuvo do incidente, soube que ele havia visto a criatura se aproximando de seu pai do outro lado do campo. Ele também a viu simplesmente desaparecer do nada.

4 - Abdução de Salzburgo

De acordo com uma reportagem da edição de dezembro de 1957 do jornal Prince George Citizen da Colúmbia Britânica , um soldado americano, enquanto estava estacionado em Salzburgo, na Áustria, em 1951, teria sido abduzido por alienígenas.

Publicidade
continue a leitura

O soldado anônimo trabalhava como motorista e tinha acabado seu turno. Ele estava voltando para casa mais ou menos umas 11 da noite e decidiu pegar um atalho em uma estrada abandonada. Quando decidiu fazer isso viu uma cabeça humanoide vindo em direção a ele.

O humanoide apontou um dispositivo invisível para o soldado que o paralisou imediatamente. A criatura o enrolou em um remendo preto conseguindo assim controlar os movimentos do soldado. Ela o levou para uma nave. O soldado alegou ter sido abduzido para uma sala transparente dentro da nave, que então decolou para o espaço. Ele descreveu a criatura como tendo 152 centímetros de altura, pele clara e completamente calva. O soldado alegou que a nave pousou em um planeta paradisíaco, que talvez poderia ter sido Marte.

Depois quando ele voltou para a Terra estava de novo no lugar onde teria sido abduzido. De acordo com o artigo do jornal, o investigador do caso tentou várias vezes descredibilizar o soldado, mas todas as tentativas falharam.

5 - Abdução em algum lugar entre Columbus e Mansfield

Essa experiência alien tem data e localização incertos. Talvez porque aconteceu em 1973, que foi o ano de uma onda absoluta de avistamentos de OVINI's e humanoides.

A pessoa do caso dirigia ao longo da estrada 71 em Ohio no final de setembro, quando notou uma luz estranha seguindo seu veículo. Ela acreditou que desmaiou logo depois de detectar a luz, já que a próxima coisa que se lembrava era que sua localização tinha mudado. Contudo, o carro ainda estava acelerando ao longo da estrada com ela no volante.

Após o fato, a pessoa em questão continuou sua vida. Só quando viu que não conseguia explicar o porquê do apagão de uma hora em sua memória, ela resolveu procurar uma regressão hipnótica. De acordo com as sessões de regressão, logo depois que a luz estranha apareceu atrás de seu carro, ela saiu da estrada principal e seguiu para uma estrada de terra solitária.

Ela não sabia por que estava fazendo isso. Era como se suas ações estivessem sendo controladas. De repente, ela encontrou três humanoides em torno de seu veículo. Depois viu um grande OVNI descendo em direção a eles. A próxima coisa que ela sabia era estar em uma mesa com aqueles seres ao seu redor. Eles faziam vários experimentos com ela e examinavam seu corpo. Um deles colocou um dispositivo perto de sua cabeça e um flash intensamente brilhante agrediu seus olhos. Ai depois disso a única memória que ela tinha era de acordar em seu carro em alta velocidade e de volta à estrada principal.

Publicidade
continue a leitura

6 - Os visitantes de Boianai sobre Papua Nova Guiné

No verão de 1959, em Papua Nova Guiné, o padre William Gill e muitas outras testemunhas viram luzes estranhas no céu. Na noite de 26 de junho, Gill e outras 37 pessoas testemunharam de perto os OVNI's se aproximando.

Dentro das naves havia quatro humanoides que acenavam para o padre e para as outras pessoas. No meio daquela gente existiam muitos profissionais como médicos e professores. Isso, junto com a boa reputação e credibilidade do padre Gill torna o caso um dos mais intrigantes e confiáveis.

Embora os avistamentos estivessem acontecendo há vários meses, essa foi a primeira vez que a nave chegou tão perto que as testemunhas conseguiram identificar os ocupantes. Quando Gill usava o código Morse com sua tocha, os humanoides usavam luzes em suas embarcações para responder. Muitas testemunhas e investigadores concluíram que os ocupantes eram de origem extraterrestre. Contudo, o próprio Gill declararia sua crença de que eles eram humanos. Além disso, ele acreditava que a nave era um empreendimento militar secreto.

7 - O avistamento corroborativo de Edith Boatright

Embora o avistamento de Edith Boatright tenha sido intrigante e, em última análise, importante do ponto de vista corroborativo, ele veio da observação de um time de basquete da Escola Secundária de Piemonte. Tal observação foi vista na época como o caso principal na opinião dos investigadores de OVINI's.

No dia 21 de fevereiro de 1973, depois de perderem um jogo de playoff do ensino médio, o técnico da equipe, dois membros e três jogadores testemunharam uma nave intensamente brilhante enquanto voltavam para o Piemonte em Missouri, ao longo da Rodovia 60.

Eles ficaram observando a nave por vários minutos na beira da estrada enquanto ela estava parada flutuando sobre um campo. No mesmo momento, Edith Boatright estava deitada na cama quando notou uma luz estranha e brilhante do lado de fora da janela do seu quarto. Sua fazenda ficava a cerca de 19 quilômetros do ônibus da Piedmont High School e dos membros do time de basquete.

Ela olhou pela janela e se assustou quando viu a enorme nave pairando sobre um campo. Luzes vermelhas, verdes e brancas piscavam. O mais curioso de tudo era sua afirmação de que ela podia ver pessoas se movimentando dentro da nave. Ela observou os humanoides por vários minutos antes da nave desaparecer em grande velocidade. É quase certo que o acontecimento que aconteceu com Edith era o mesmo que os membros da equipe de basquete viram.

Publicado em: 06/07/18 19h23