• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 páginas mais insanas da Wikipédia que você nunca deve procurar

POR Ultra Curioso    EM Curiosidades      24/04/17 às 18h51

A Wikipédia, um projeto de enciclopédia disponível em mais de 200 línguas, baseado na web e escrito de maneira colaborativa, surgiu em 2001 e se tornou um dos principais meios de busca para pesquisas no mundo, já que, no local, diversos assuntos são publicados.

Porém, nem tudo o que se lê na enciclopédia livre pode ser considerada verdadeira, devido ao alto número de pessoas que editam o material, mas algumas histórias expostas são demasiadamente estranhas e chegam a provocar medo.

De uma avenida que apresenta casos sobrenaturais a um assassinato insano e que nunca foi desvendado estão na lista das 7 páginas que a Fatos Desconhecidos selecionou para você nunca procurar na Wikipédia.

1 - Genie, a criança selvagem

Em 1990 a cidade de Los Angeles (EUA) se assustou com o caso de Genie. Ela nasceu em um lar super desestruturado e com relacionamentos abusivos. A mãe era quase cega devido a catarata e o pai apresentava um desequilíbrio mental.

Quando Genie estava prestes a aprender a falar, seu pai a proibiu de pronunciar qualquer palavra e a isolou em um quarto. A menina chegou a ficar presa dentro da própria casa para evitar contato com pessoas.

Ela viveu seus primeiros 11 anos sem contato com a sociedade, até que foi descoberta pelas autoridades de Los Angeles. Na época, a adolescente não conseguia pronunciar as palavras corretamente e babava como um bebê.

2 - Clinton Road, a estrada sobrenatural

Em Nova Jersey (EUA) uma estrada tem sido palco de diversas discussões após supostas alegações sobrenaturais no local. Diversas pessoas chegaram a afirmar que presenciaram casos "anormais", como assombrações, criaturas estranhas, encontros de bruxas e satanistas em Clinton Road. Uma das histórias mais assustadoras é a de um garoto fantasma que tenta se afogar em uma ponte. Mas mesmo após diversos casos, as autoridades local ignoram o assunto.

3 - As gêmeas que não socializavam

June e Jennifer Gibbons eram gêmeas idênticas que viveram no País de Gales, Reino Unido. Elas foram criadas por imigrantes caribenhos e eram muito ligadas uma à outra. A ligação delas era tão forte que até o modo como falavam só podia ser entendido pelas duas. Isso porque devido a velocidade com que as palavras eram proferidas nem mesmo os pais das meninas conseguiam entender.

June e Jennifer chegaram a estudar em escolas diferentes, mas não conseguiam se socializar porque os professores e colegas não entendiam o que elas falavam. Por conta disso, um acordo chegou a ser feito entre elas. As meninas fizeram um pacto de que se uma morresse a outra deveria conversar normalmente para conseguir conviver com outras pessoas.

Alguns anos depois June e Jennifer foram internadas em uma clínica especializadas em problemas mentais. Após 14 anos no local, as duas acreditavam que era necessário uma delas morrer para a outra ser feliz. Sendo assim, Jennifer concordou em se sacrificar.

4 - Unidade 731

Durante a guerra Sino-Japonesa, entre 1937-1945, um campo de concentração ficou conhecido como Departamento de Prevenção de Epidemias e Purificação de Água, Unidade 731. Nesse local eram feitas pesquisas de guerras biológicas e diversas coisas terríveis aconteceram nessa unidade.

De acordo com pesquisadores, estima-se que 250 mil homens, mulheres e crianças tenham sido submetidos por duras experiências na Unidade 731, além disso, existe hipótese de que eles tenham sido expostos a várias doenças e estupro.

5 - Campo de Concentração de Hoeryong

O local é um campo de prisioneiros políticos localizado na Coréia do Norte. Pessoas contrárias ao governo são enviadas para Hoeryong e vivem momentos de horror, sofrendo torturas diariamente, sendo forçadas a fazer trabalho escravo. Quem entra no campo não consegue sair com vida. Em 2012 o governo dos Estados Unidos da América afirmou que o local já não existe, isso porque as imagens de satélite indicam mudanças, mas isso não foi comprovado.

6 - Os assassinatos de Hinterkaifeck não solucionáveis

Durante a década de 1920 Hinterkaifeck, uma pequena fazenda situada entre as cidades bávaras de Ingolstadt e Schrobenhausen, próxima a Munique, na Alemanha, foi palco de diversos crimes bizarros e enigmáticos na história do país.

Em 1921, a empregada da família saiu da casa porque pensou que o local estava assombrado. Um ano depois, no dia exato em que a nova empregada chegou para começar a trabalhar, crimes misteriosos começaram a acontecer no local.

Na noite de 31 de março de 1922, os seis moradores da fazenda foram mortos com uma enxada. O caso chegou a ser investigado durante 60 anos, mas os assassinatos permanecem sem solução até hoje.

7 - O assassino em série Albert Fish

Hamilton Howard "Albert" Fish conhecido como o homem cinzento, lobisomem, vampiro de Brooklyn e o maníaco da lua, carrega o título de ser o mais assustador dos assassinos em série americanos de todos os tempos.

Ele era estuprador e, segundo a história, tinha filhos em todos os lugares que passavam. Albert confessou cinco mortes e foi um dos principais suspeitos nas investigações de outros cinco.

Chegou a ser apelidado como o criminoso insano, porém, seu júri o declarou sano e culpado para que ele fosse executado em vez de aprisionado.

Que histórias arrepiantes, hein? O que você achou desses casos? Compartilhe aqui conosco.

Próxima Matéria
Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+