• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 sintomas da paixão comprovados cientificamente

POR Mateus Graff    EM Ciência e Tecnologia      23/05/18 às 19h32

O amor é algo realmente lindo, mágico e inexplicável. Mas será que é realmente inexplicável? Acreditem vocês ou não, a paixão pode ser explicada cientificamente. Estamos falando isso por que alguns pesquisadores descobriram vários sintomas quando estamos apaixonados, são coisas que o nosso cérebro faz e, obviamente, não percebemos.

Helen Fisher, antropóloga da Rutgers University e uma das idealizadoras do estudo, concluiu que sua pesquisa que existem muitos sinais que podem determinar se estamos apaixonados. Quais são? A gente mostra para vocês nessa matéria:

1 - Sentir que a pessoa é única

Um dos primeiros sintomas da paixão é achar que a pessoa é super especial, única e incomparável. Segundo Helen Fisher, isso acontece porque o nosso cérebro tem um aumento de dopamina, que está intimamente relacionado com a nossa atenção e direção do nosso afeto. Você já sentiu isso?

2 - Não é apenas sexo

Fisher diz que na pesquisa a frase 'sexo é a coisa mais importante no relacionamento com meu parceiro' foi levantada, e as pessoas apaixonadas foram convidadas a concordar ou discordar dessa afirmação. O resultado? Cerca de 64% das pessoas discordaram, dizendo que o relacionamento é muito mais além que apenas sexo. Você também esperava essa resposta?

3 - É difícil parar de pensar na pessoa

O estudo documentou que as pessoas apaixonadas passam 85% do tempo pensando na pessoa pela qual elas estão apaixonadas. Mas qual a explicação para isso? Depois de se sentir confortável ao pensar na pessoa, o cérebro humano tem uma queda da serotonina e deixa de produzir dopamina. Essa queda tem muito a ver com o comportamento obsessivo-compulsivo. De fato, distúrbios desse tipo são tratados com inibidores seletivos da recaptação da serotonina. Assim, querer passar mais tempo com ele ou ela é um dos sintomas da paixão.

4 - Mudança de humor

Novamente, a dopamina nos leva a focar apenas em todos os aspectos positivos dessa pessoa e a prestar atenção a todos os objetos que nos lembram dela. Continuamos a procurar por estímulos que nos aproximem dessa pessoa e nos levem a gerar mais dopamina e nos sintamos melhor. Sendo assim, o humor muda, principalmente quando não estamos com a pessoa.

Passamos de eufóricos a deprimidos, perdemos nosso apetite e coisas do tipo. O que está acontecendo? Você está experimentando os mesmos sintomas de uma pessoa viciada em alguma substância.

5 - Fazer tudo pela pessoa

Você seria capaz de sacrificar a sua felicidade para ver a pessoa feliz? Sim, isso é uma prova de que você está perdidamente apaixonado(a). Fisher diz que os apaixonados fazem de tudo para ver a pessoa amada feliz.

6 - É difícil ver o lado negativo da pessoa

Na mente de um apaixonado, tudo que é negativo em relação a pessoa é minimizado, destacando as virtudes. Essa atenção tão concentrada em seu amor é o resultado de algumas mudanças no corpo. Os níveis de dopamina aumentam, assim como o de uma substância que aumenta a memória ao receber novos estímulos, chamada norepinefrina. Essa combinação é o coquetel perfeito para ele parecer incrível e tudo leva você a lembrar os momentos compartilhados.

7 - Ter mais empatia com a pessoa do que com o resto do mundo

O apaixonado não pode evitar que tudo que acontece com a pessoa que ele ama o afete. Se ele está feliz, a felicidade também é sentida pelo apaixonado, se ele está triste, o apaixonado vai sofrer da mesma forma. A empatia na relação aumenta exageradamente. Você está passando por isso, caro amigo?

E aí, você já sentiu todas essas coisas ou ainda não se apaixonou? Comente!

Próxima Matéria
Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+