7 Superpoderes que a mulher tem, de acordo com a ciência

POR Rafael Miranda    EM Curiosidades      06/03/15 às 21h45

Muitas pessoas dizem que mulheres são muito complexas para se entender. Até a metade do século XX, as sociedades ocidentais concediam um tratamento favorável aos homens, mas que subjugava as mulheres, tanto no ponto de vista do direito quanto dos usos e costumes. De fato, a maioria das tradições atribui uma importância particular ao papel social da mulher no lar, que deveria se consagrar às tarefas domésticas, à reprodução e à educação dos filhos. Contudo, notamos que a desobrigação da mulher de seguir esse papel feminino tradicional é recente, relacionada ao atual modelo de desenvolvimento econômico, que estimula a produção para a família e também para o mercado.

Existem algumas características distintas das mulheres que até podemos extrapolar e dizer que são super poderes. A Fatos Desconhecidos selecionou 7 deles e vai te mostrar agora os "superpoderes" das mulheres de acordo com a ciência.

Elas são ótimas em fazer múltiplas tarefas

66

Em 2013, uma equipe de psicólogos britânicos conduziram dois experimentos para ilustrar a superioridade das mulheres quando se trata de multitarefas. No primeiro experimento, eles pediram para homens e mulheres executarem diferentes tarefas em um computador. Embora ambos os grupos pudessem fazer cada tarefa rapidamente um de cada vez, os pesquisadores descobriram que os homens realizaram mais lentamente do que as mulheres.

No segundo experimento, eles pediram os dois grupos para executarem tarefas espaciais, tais como encontrar restaurantes em um mapa, encontrar as chaves perdidas em um local, responder a algumas questões simples de matemática e falar ao telefone. Eles foram obrigados a concluir essas tarefas no prazo de oito minutos. Neste experimento, os pesquisadores descobriram que as mulheres foram mais metódicas e organizadas do que os homens.

Elas tem o senso de perigo mais aguçado

65

De um modo geral, as mulheres são superprotetoras. Em um estudo publicado em 2012, pesquisadores da Universidade de Kyoto, Nobuo Masataka e Masahiro Nabasaki, testaram a capacidade de 60 participantes do sexo feminino em idade fértil de detectar cobras escondidas em fotografias. Eles descobriram que as mulheres identificavam as cobras mais rapidamente durante os dias após a ovulação.

Os investigadores têm teorizado que o aumento dos níveis de progesterona, juntamente com os hormônios estradiol e cortisol pode desempenhar um papel-chave no aumento da ansiedade de uma mulher e capacidades de detecção de perigo.

"Gaydar" reforçado durante a ovulação

64

A capacidade de determinar a orientação sexual de alguém foi realmente provado ser uma coisa real, e de acordo com um estudo de 2011, as mulheres que estão em período de ovulação tem uma percepção especialmente aguçada. Liderados por Nicholas Rule da Universidade de Toronto, cientistas colocaram 40 mulheres para realizar três testes e confirmarem sua hipótese de que mulheres que ovulam são mais capazes de determinar a orientação sexual de um homem.

Os pesquisadores descobriram que, quanto mais fértil a mulher, mais precisamente ela identificou os rostos de homens homossexuais mostrados em fotos diferentes. Segundo a hipótese, isso faz parte do processo de evolução já que as mulheres produzem um número limitado de ovos durante sua vida e precisam identificar com  muito cuidado seu parceiro em potencial.

Mulheres chorando diminuem drasticamente a excitação sexual dos homens

63

De acordo com um estudo de 2011 , um produto químico desconhecido encontrado nas lágrimas das mulheres reduz os níveis de testosterona e, portanto, a excitação sexual de homens. Depois, os homens avaliaram fotografias de mulheres atraentes mas muito tristes e as imagens de ressonância magnética de seus cérebros mostraram que eles também foram influenciados por esses sentimentos.

Mulheres tem um sistema imunológico

62

Aparentemente, as mulheres têm um sistema imunológico mais forte do que os homens graças a algumas diferenças biológicas fundamentais. De acordo com cientistas da Universidade de Ghent, o cromossomo X extra significa que as mulheres têm mais microRNA, o que pode fortalecer o sistema imunológico e inibe o crescimento de câncer. Em outro estudo, o Dr. Maya Saleh descobriu que o estrogênio impedia a criação de uma enzima denominada caspase-12, que interfere com o processo inflamatório.

Elas percebem mais cores

60

Um respeitado cientista chamado Israel Abramov afirmou que as mulheres podem ver as diferenças de cores muito melhor do que os homens. Enquanto os homens eram melhores em ver os objetos que se movem em toda a sua linha de visão, as mulheres são melhores para identificar as disparidades entre as diferentes matizes de cores.

Orgasmos obstétricos

61

Em um estudo de 2013 do psicólogo francês Thierry Postel entrevistou mais de 900 parteiras. Eles confirmaram que, dos mais de 200.000 nascimentos durante o qual elas participaram, pelo menos 668 mulheres relataram ter um orgasmo. Postel foi o primeiro a confirmar os números, mas o fenômeno do orgasmo obstétrico já havia sido revelado ao público em 2009.

 

 

 

Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+