Compartilhando coisa boaCuriosidades

Como funciona a terapia de reposição hormonal?

Jovens adultos tomam suplemento em casa
0

Toda mulher passa pelos ciclos femininos relacionados à menstruação, e consequentemente, pelos hormônios. Começando quando se é adolescente, quando acontece a primeira menstruação, algumas mulheres passam pela gravidez, que é quando o óvulo, através da relação sexual, é fecundado, e ao inicar na idade dos 40 anos, acontece a menopausa, e com ela, outros fatores de mudança ocorrem no corpo da mulher, como a diminuição de alguns hormônios que eram produzidos, que é o caso de testosterona, progesterona e estrogênio.

É muito comum que todas as mulheres façam acompanhamento ginecológico em todas as fases da vida, fazendo exames periódicos para evitar qualquer tipo de problema no futuro. Porém, quando se inicia a fase da menopausa, em alguns casos, se faz necessária a reposição dos hormônios, para que não se tenha doenças relacionadas aos ossos, como é o caso da osteoporose, pois o estrogênio é o hormônio responsável pela produção de colágeno, funções cognitivas, lubrificação da vagina, hidratação da pele, proteção dos vasos sanguíneos e também por toda a parte do sistema de saúde cardiovascular. Com a falta deste hormônio no corpo feminino, a mulher pode começar a sentir fadiga, estresse, redução de libido, ansiedade e também dores de cabeça mais frequentes. Por isso, a reposição hormonal do estrógeno é fundamental, mediante orientação médica.

No caso da falta de progesterona, pode afetar diretamente o humor das mulheres, endometriose, cisto ovariano, além das famosas ondas de calor provocadas pela menopausa. Já a testosterona está ligada ao bem-estar físico e mental das mulheres. Todos estes hormônios em conjunto e bem ajustados a cada caso fazem com que passar pela fase da menopausa se torne mais amena, controlada e com equilíbrio.

Por isso, a terapia de reposição hormonal é tão importante nesta fase da mulher, para que traga mais qualidade de vida e bem-estar. Pode ser utilizada, com acompanhamento médico, a reposição desses hormônios, através de suplementos naturais, como é o caso da amora miura, que é rica em nutrientes, vitaminas e minerais antioxidantes, que ajudam no combate de radicais livres e fitormônios, que são um nutriente parecido com o estrógeno, ou seja, trazem diversos benefícios que auxiliam a mulher a sofrer menos impactos causados pela menopausa. Mas sempre é importante ressaltar que qualquer tipo de medicamento ou suplemento deve ser feito com o acompanhamento de um profissional qualificado na área, como é o caso de um ginecologista, para que tenha a dosagem certa para cada caso.

Vídeo de avó pulando corda conquista a internet

Matéria anterior

Cientistas encontram fósseis de baleia de 4 patas

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos