• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 teorias das animações da DC que vão explodir sua mente

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      02/01/18 às 15h59

Enquanto a DC no cinema tem alguns tropeços aqui e ali para tentar ajustar seu universo unificado e entrar de vez na briga dos bilhões, nas animações o assunto é bem diferente. Seja em longa metragem ou nas séries animadas, a empresa tem só o que comemorar. Mesmo que algumas produções tenham decepcionado bastante - vide Piada Mortal e Teen Titans Go - a lista de acertos é longa.

Mesmo as mais antigas animações da DC são vistas e revistas até hoje. Por causa disso, muitos fãs gastaram seu precioso tempo formulando teorias para as dezenas de histórias já lançadas pela empresa. Algumas delas foram desenvolvidas na tentativa de tampar algum buraco no roteiro, outras foram criadas para conectar um programa a outro e boa parte apenas como uma forma de os fãs manterem vivo esse universo. Assim, selecionamos as teorias mais interessantes que rolam pela rede.

1 - Os vilões de Batman são partes danificadas de sua psique

Talvez a teoria mais conhecida que aparecerá na lista. De acordo com essa teoria, cada um dos principais antagonistas do Cavaleiro das Trevas representa aspectos diferentes de sua psique fraturada. Por exemplo, Coringa simboliza sua insanidade e o caos despertado em seu interior na noite do assassinato de seus pais. Enquanto o Duas Caras retrata a vida dupla que o herói leva, uma como o empresário Bruce Wayne e a outro como vigilante de Gotham.

2 - O nome do cão de Bruce em Batman Beyond

Bruce Wayne tinha um cachorro chamado Ace na série Batman Beyond. Segundo um fã, esse nome não foi escolhido ao acaso. A teoria pegou um dos episódios mais tristes de Liga da Justiça, no qual Amanda Waller conta a Terry McGinnis sobre quando Batman precisou acabar com uma jovem vida por misericórdia. O episódio em questão é o "Epílogue" e a menininha daquela história se chamava Ace. Dessa forma, o herói pode ter dado o nome ao seu cachorro em homenagem a ela.

3 - Linha do tempo alternativa

Por ser difícil estabelecer o tempo extado de quando as histórias do universo animado da DC fazem parte, alguns fãs acreditam que os heróis estão presos em uma linha de realidade alternativa, onde a tecnologia evolui muito diferente (e melhor) do que o normal. A teoria foi baseada em um episódio de Liga da Justiça, onde a equipe volta no tempo para impedir as ações de Vandal Savage na Segunda Guerra Mundial. Na história, mesmo depois de eles derrotarem o vilão, toda a tecnologia implantada por ele continua a funcionar quando eles retornam ao presente.

4 - Orin West é neto de Wally West

Projeto Zeta foi uma série animada produzida pela Warner Bros. e muitos acreditam que ela tenha ligação com o universo da DC. No episódio de Batman Beyond intitulado "Zeta", a história apresenta um assassino robô de mesmo nome. Criado pelo governo para ser uma arma, ele se rebela e tenta ter uma vida de liberdade. Uma das autoridades que o perseguem é o detetive Orin West que, de acordo com a teoria, é a conexão para o universo animado DC e neto de Wally West. Segundo os fãs, além de compartilharem o mesmo sobrenome, eles possuem semelhança física e de personalidade.

5 - John Stewart sabe que é um personagem de quadrinho

Ao combater um robô gigante em "Legends", episódio de Liga da Justiça, alguns membros da equipe são transportados para uma dimensão alternativa. Do mesmo jeito que acontece em uma história em quadrinho que Lanterna Verde costumava a ler quando criança. Lá é tudo muito diferente do que se conhece. Depois, eles descobrem que um garoto com poderes criou todos os heróis porque eles foram mortos devido a um ataque de míssil. No fim a Liga escapa, mas a teoria sugere que John reconhece que aquela realidade é tão estranha quanto a qual eles voltaram.

6 - O Big Bang não deu poderes aleatórios em Super Choque

Na série, ocorre um incidente com o Big Bang. Aparentemente, ele concedeu superpoderes a adolescentes irresponsáveis. No entanto, uma teoria defende que as escolhas não foram tão aleatórias quanto se imaginava. De acordo com ela, o pensamento das pessoas na hora de inalar o gás foi decisivo para definir o poder de cada um. No caso de Virgil, ele estava preocupado com a "estática" entre ele e Francis na hora do incidente.

7 - Diana não foi a primeira Mulher Maravilha

No episódio "Origens Secretas" de Liga da Justiça, Diana deixa Themyscira para se aventurar no mundo dos homens. Com sua armadura, ela vai com a missão de levar a verdade e a paz a todos que necessitam. Enquanto muitas pessoas pensam que ela foi a primeira a fazer isso depois que a ilha foi criada, uma teoria pensa diferente. Isso porque em certo momento da série, Hephaestus comentou sobre como ele criou a armadura original de Diana para Hipólita, que chegou a ser a Mulher Maravilha em Sociedade da Justiça nos quadrinhos. Assim, pode ser que o mesmo tenha acontecido na animação.

Sabe de mais alguma teoria interessante sobre o universo animado da DC? Então não deixe de compartilhar com a gente.

Próxima Matéria
Via   CBR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+