7 vezes que a inteligência artificial impressionou a todos

POR Diogo Quiareli    EM Ciência e Tecnologia      09/05/18 às 14h23

A velocidade de crescimento do campo da tecnologia está tão rápida que logo levanta uma questão: a inteligência artificial é apenas parte da ficção científica ou já é algo comum na nossa sociedade? A diferença entre os dois é que como apenas uma parte do estudo da ficção, não se encaixa na sociedade, ou seja, é algo de laboratório. Se já fizer parte da nossa sociedade, torna-se algo comum que podemos encontrar com frequência.

Esse tipo de inteligência tem um grande potencial de melhorar muito a vida das pessoas. Mas também, como tudo no mundo, tem lá seus lados negativos. Alguns cientistas acreditam que, de fato, a IA, como é conhecida a inteligência artificial, está se tornando integrante da nossa sociedade. Pensando melhor sobre isso, nós da Fatos Desconhecidos resolvemos listar algumas vezes em que a inteligência artificial impressionou a todos. Aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

1 - Quando previu a gravidez de uma adolescente

Atualmente, algumas lojas utilizam a mineração de dados para acompanhar os clientes e suas escolhas. Com base nelas, eles conseguem oferecer os melhores itens para seus compradores, de forma específica. Isso é muito parecido com o método que o Youtube usa para recomendar um vídeo. A loja Target utilizou essa técnica para descobrir que uma adolescente estava grávida com base nas suas compras. Seu pai, que não sabia sobre a gravidez da jovem, foi até a loja reclamar que graças a pesquisa deles, sua filha estava recebendo diversos cupons para produtos infantis. Por fim, ele se desculpou com os representantes da Target ao descobrir que ela estava grávida de fato.

2 - Quando se tornou um amante de Hitler

Tudo começou quando a Microsoft criou um perfil com inteligência artificial no Twitter. O perfil recebeu o nome de "Tay" e foi lançado para entender um pouco mais sobre os clientes. Pouco tempo depois do lançamento, Tay tornou-se um bot genocida, enlouquecido por sexo, sexista, supremacista e amante de Hitler. Isso foi algo inesperado e nada bom. A empresa teve que desligá-lo rapidamente. A Microsoft foi a público se desculpar pelo mau comportamento de Tay.

3 - Quando compôs e lançou um álbum oficial

Uma personagem criada com inteligência artificial compôr e lançar um álbum próprio é uma grande surpresa. Um álbum chamado I Am IA foi produzido por Amper, uma compositora, produtora musical e artista com esse tipo de inteligência em colaboração com a cantora pop Taryn Southern. O aplicativo de aprendizagem foi criado por um grupo de especialistas e cientistas. Ela foi a primeira do estilo a entregar um álbum musical e no dia 21 de agosto de 2017 foi lançado seu single "Break Free". A Jukedeck é uma empresa de Londres que consegue criar uma música para você, basta dizer o gênero e o clima da música. Em poucos segundos ele te dará o pedido.

4 - Quando ganhou um prêmio literário por escrever um romance

Os juízes do Prêmio Literário Hoshi Shinichi ficaram extremamente impressionados com um romance. Mais tarde, descobriram que ele foi escrito por uma máquina. O romance foi escrito por um bot de inteligência artificial. Ele está hoje disponível em diversas bibliotecas do Japão. "Fiquei surpreso com o trabalho, uma vez que era muito bem estruturado", disse Satoshi Hase, autor de ficção científica e premiado.

5 - Quando começou a se comunicar com seu parceiro utilizando uma linguagem secreta

O Facebook abandonou um dos seus experimentos depois que duas inteligências artificiais começaram a conversar entre si com um idioma próprio. Os dois mudaram a língua inglesa para algo incompressível para qualquer outra pessoa. Isso incluía até mesmo os responsáveis que trabalhavam na criação dos bots. Os bots pareciam se entender perfeitamente, então o Facebook os abandonou. Os dois foram nomeados como Bob e Alice.

6 - Quando matou um ser humano

Wanda Holbrook, uma técnica em robôs, trabalhou na fabricação de autopeças Ventra Ionia. Ela foi morta quando teve seu crânio esmagado por um robô na fábrica. Seu marido entrou com uma ação contra as empresas responsáveis pela criação do robô. Ela tinha 57 anos quando aconteceu a tragédia e já trabalhava no local há 12 anos.

7 - Quando foi racista

Richard Lee, um homem com ascendência asiática, teve sua foto rejeitada por diversas vezes por um software que visava fazer reconhecimento facial. Isso aconteceu quando ele solicitava a renovação do seu passaporte. A inteligência artificial do Departamento de Assuntos Internos continuou recusando sua foto porque ele parecia estar com os olhos fechados. Apesar de ter tirado algumas fotos com os olhos bem abertos, ele não atendia aos requisitos. Ele foi forçado a ligar para o departamento e pedir a ajuda de um humano.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Via   Listverse  
Imagens Myrp
Diogo Quiareli
Diogo Quiareli, 23 anos, Gay, Publicitário, Goiano, Geminiano e Infinito. Uma pessoa extremamente apaixonada pelo universo musical e amante do e-sport. Fiel a memória de RBD e Glee, além de alimentar diariamente a paixão por Katy Perry, Florence and The Machine e 30 Seconds to Mars.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+