• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

8 casos mais conhecidos e assustadores de "lobisomens"

POR Natália Pereira    EM Terror & Sobrenatural      25/01/18 às 17h05

Os lobisomens são criaturas místicas antigas. Eles são personagens de muitas lendas e consistem em um ser híbrido que transita entre o corpo de um lobo e o humano. Existem muitas versões de sua história formada com o passar dos anos mas, em geral, se tratam de seres agressivos, irracionais e amantes da carne humana. Muitos deles atacam vilas ao cair da noite, quando a lua cheia está sob o céu, e fazem uma carnificina com seus moradores. Aterrorizando muitas gerações.

A história deles, no entanto, parece não ter ficado apenas na ficção. Alguns casos antigos registrados apresentam ataques que teriam sido provocado por lobisomens. Tais como as bruxas, essas crenças já acabaram levando a morte de muitas pessoas em determinado período, mesmo que a prova contra eles não fosse realmente consistente. Proteger as aldeias de possíveis ameaças era o objetivo principal dessas pessoas e para isso métodos defensivos também surgiram junto com a criatura. Para faze-lo bastava uma bala de prata. Se você é acredita na existência de criaturas como essas, aí vão alguns registros históricos conhecidos nos quais eles aparecem.

1 - Manifesto em Dole

Alguns ataques começaram a acontecer na cidade de Dole no século XVI e foram logo classificados como obra de um lobisomem. Para deter a criatura um manifesto foi feito em meio a comunidade convidando seus moradores a se juntarem na cassada ao animal. A declaração feita permitia que eles rastreassem e matassem a criatura quando a encontrassem e foi aí que a busca começou.

Depois de adentrarem a floresta os camponeses ouviram o grito de uma criança seguida por o uivo de um lobo. Quando a encontraram ela estava ferida e continuava sofrendo ataques do animal. Mais tarde, quando um menino de 10 anos desapareceu na cidade, acusações se voltaram para um homem chamado Gilles Garnier. Ele confessou ser um lobisomem após ser preso e foi queimado pelos seus crimes.

2 - Alcateia em Greifswald

Em 1640, a cidade Greifswald, na Alemanha, foi atacada por um grupo de lobisomens. A quantidade de lobos havia crescido consideravelmente na época e fez com que o medo se espalhasse pela região. Motivados por seus ideias, e pelas lendas que surgiram a respeito da alcateia que os circundava, um grupo de estudantes decidiu reagir. Eles juntaram todos os seus pertences de prata, desde pratarias até botões, e fizeram sua munição. Eles saíram em busca dos animais e logo os exterminaram. Depois disso os moradores da cidade conseguiram se acalmar.

3 - Prefeito morto

Uma história realmente perturbadora se passou na cidade de Ansbach, da Baviera na Alemanha, em 1685. Um grande e seletivo lobo invadiu o local e começou a atacar seus moradores. Porém, todas as suas vítimas eram mulheres e crianças. O fato fez com que eles acreditassem que esse seria na realidade um lobisomem. Uma emboscada foi feita e a criatura foi morta depois de entrar dentro de um poço.

Eles acreditavam que o lobisomem era na verdade o prefeito morto da cidade. Por isso, depois de ser morto, eles colocaram roupas humanas na carcaça do animal e o exibiram na praça. Depois de ser retirado de lá ele foi levado para um museu.

4 - Fazendeiro lobo

De alguma forma essa história conseguiu ser aterrorizante duas vezes, por seus dois lados. Um fazendeiro da Pavia, na Itália, simplesmente parece ter enlouquecido em 1541. Ele se colocou na posição de um animal e atacou diversos homens a sua volta, dilacerando-os. Depois que foi capturado o homem afirmou que existia apenas uma diferença entre ele e um lobo de verdade, os pelos deles cresciam para fora enquanto os seus cresciam para dentro.

Se isso tudo já não fosse o bastante, para comprovar a afirmação feita pelo homem, eles cortaram os seus membros. Suas mãos e pés foram mutilados e ele morreu devida hemorragia causada pelas amputações.

5 - Demon Tailor

Um homem foi acusado por atos completamente perturbadores e surreais em 14 de dezembro de 1598. Ele era de  Châlons, na França, e foi enviado para Paris para seu julgamento. Seus feitos foram considerados tão horrendos que seus documentos foram queimados juntamente com ele por seus crimes. Infelizmente isso fez com que muitos partes da história se perdessem, inclusive seu nome. Ele ficou conhecido como Demon Tailor e aparentemente usava a sua loja como forma de atrair crianças. Depois disso ele abusava delas e então as matava, cortando sua garganta.

Além de toda a abominação em seus atos, ao final, ele cortava seus restos como um açougueiro faz com seus animais. Para piorar ainda mais, depois de separar suas partes ele as vestia.

6 - A mulher lobo

Se você achava que o terno "lobisomem" impossibilitava que alguma mulher viesse parar nessa lista está enganado. Claudia Gaillard foi torturada depois que uma testemunha afirmou ter visto ela assumir a forma de um lobo sem cauda em meio ao mato. Ela foi julgada por Henry Boguet e condenada por esse feito. Um registro feito sobre o caso afirma que ela não chegou a derramar uma única lágrima enquanto era torturada. Ela foi queimada na fogueira depois disso.

7 - Pacto com o demônio

Poligny, na França, foi outro cenário dos lobisomens. Em 1521, três homens foram acusados de fazer um pacto com o demônio e então adquirirem a habilidade da metamorfose. Depois de ser atacado por um lobo, um viajante que estava passando por lá, conseguiu revidar o ataque e ferir o animal que então recuou. O homem seguiu os rastros da criatura até uma cabana onde Michel Verdun estava sendo tratado por sua esposa. Ele foi até as autoridades local para contar a história e afirmou que os ferimentos no homem eram similares ao que ele havia feito no lobo.

Depois de ser torturado Michel assumiu ter a habilidade de mudar a sua forma, assim como assassinato, canibalismo e satanismo. Ele também revelou dois outros nomes, Philibert MontotPierre Bourgot. Todos os três foram sentenciados e queimados em praça pública.

8 - Lobos de Périgord

Um grupo de lobos começou a atacar homens na proximidade de Périgord, na França. O ocorrido aconteceu em fevereiro de 1776 e chamou a atenção até do Louis XV. O massacre feito pelos animais chegou a matar 18 pessoas e deixou muitos outros feridos. Cidadãos do local, chamados de Sieurs de Fayard,  mataram grande parte dos lobos que atacaram a região. Outros foram mortos por caçadores profissionais ou pessoas que se dispuseram a ajudar. Um homem de mais ou menos 60 anos salvou a vida de um atirador e seus companheiros depois que sua pólvora acabou, ele estava armado apenas com um facão. O ato fez com que Louis XV prometesse uma recompensa a ele e liberasse seus filhos do serviço militar. A forma como eles agiam e a sua preferência por humanos fez com que as pessoas acreditassem que os lobos eram na verdade um grupo de lobisomens.

Muitas histórias aterrorizantes já foram registradas usando o nome dos lobisomens. Algumas mortes infundadas foram realizadas com essa justificativa, enquanto alguns homens usaram da mesma para justificar seus atos abomináveis. O que acharam dos relatos reais de lobisomens feitos no decorrer da história?

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+