• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


9 brincadeiras da sua infância que você nem se lembrava mais

POR PH Mota    EM Entretenimento      09/06/17 às 19h28

Pergunte para uma criança o que ela mais gosta de fazer e certamente brincar vai estar entre as opções preferidas. Não importa a idade, o lugar, a hora ou o tempo lá fora, toda criança adora se divertir com qualquer tipo de jogo, dos mais simples aos mais complexos.

Além de provocar o sorriso e a empolgação, as brincadeiras ainda possuem funções sociais que ensinam sobre se relacionar, ganhar e perder e vários outros conhecimentos importantes para a vida. Exatamente por isso é importante que exista um leque variado de brincadeiras na vida de toda criança.

Pensando nisso, decidimos relembrar algumas clássicas brincadeiras de infância que você pode decidir reviver com seus filhos, sobrinhos, primos, amigos ou quaisquer crianças que conheça. Caso não conheça nenhuma, a nostalgia nunca é demais, não é mesmo?

1 - Amarelinha

A brincadeira é muito simples e só precisa de um giz, carvão ou outra coisa capaz de marcar o chão de uma calçada ou asfalto. Basta desenhar uma espécie de escada com casas numeradas e um "céu". O objetivo é passar por todo o trajeto utilizando equilíbrio e coordenação.

2 - Cinco Marias

Para brincar é preciso separar cinco pedrinhas - cinco bolsinhas costuradas, cinco tampinhas de garrafa ou vários outros objetos que servem ao mesmo propósito - e brincar de jogar uma delas para cima e pegar uma das que ficou no chão antes da queda da primeira. A ideia é dificultar cada vez mais os lançamentos, criando novos desafios enquanto o jogo vai avançando.

3 - Pular carniça

Apesar do nome um pouco intimidador para quem não conhece a brincadeira, o passatempo é simples e inofensivo. As crianças participantes devem se posicionar em fileiras, apoiando as mãos nos joelhos. A partir daí, cada uma delas vai pulando sobre as costas dos amigos e tomando à frente na fila.

4 - Bolinha de gude

Esse é um dos jogos que precisa de equipamentos: as bolinhas de gude. Para brincar, existem dezenas de regras diferentes que cada grupo costuma utilizar. Em algumas versões, as bolinhas atingidas são conquistadas imediatamente, enquanto em outras é preciso tirar as bolas de um espaço determinado. Independente da variante escolhida, o jogo é garantia de diversão numa mistura de estratégia e coordenação motora.

5 - Passa anel

Alguém precisa oferecer um anel para a brincadeira. Com ele em mãos, as crianças sentam uma roda com as mãos fechadas em forma de concha. Uma delas pega o anel e finge colocar nas mãos de cada um dos outros participantes. Ao final, é preciso descobrir quem realmente está com o anel.

6 - Queimada

Essa é uma das brincadeiras mais ativas dessa lista. É preciso um bom número de crianças que serão divididas em dois times que alternam no lançamento de uma bola. O objetivo é atingir todos os participantes do time adversário com a bola até que não sobre ninguém do outro lado.

7 - Forca

Uma das crianças deve escolher uma palavra e representá-la num papel com apenas risquinhos que indicam o espaço de cada uma das letras. A outra criança (ou outras, caso o jogo seja jogado com um grupo maior) deve tentar adivinhar as letras da palavra para descobrir o segredo. Para cada palpite de letra errada, um pedaço do boneco é desenhado na forca. O jogo acaba quando a palavra é desvendada ou o boneco é totalmente desenhado.

8 - Pular elástico

Nessa brincadeira, o desafio vai aumentando de dificuldade a medida em que o elástico utilizado sobe de altura. No início, ele começa nos calcanhares dos participantes até que vai ser colocado na altura do pescoço. Os movimentos propostos dependem da cantiga escolhida pelo grupo e das regras utilizadas.

9 - Corre Cotia

Nessa brincadeira, as crianças devem se sentar numa roda e uma delas fica de fora. Enquanto o grupo canta a cantiga "Corre cotia, na casa da tia, corre cipó, na casa da vó, lencinho na mão caiu no chão, moça bonita do meu coração! Pode pegar? Pode! Ninguém vai olhar? Não!", todos fecham os olhos e pessoa que está de fora deve colocar um objeto escolhido nas costas de alguém que está no chão e avisar a todos. Nesse momento, o grupo abre os olhos e a pessoa que encontrar o objeto atrás de si precisa correr atrás de quem estava de fora. O objetivo de quem estava em pé é roubar o lugar de quem se levantou.

Gostou de relembrar as brincadeiras? De qual delas você mais gostava? Que outras brincadeiras marcaram sua infância e não entraram em nossa lista? Conte para a gente nos comentários!

Próxima Matéria
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+