As 7 sociedades secretas mais estranhas e misteriosas do mundo

POR Ultra Curioso    EM Mistérios & Horror      19/06/15 às 18h49

Sociedades e fraternidades secretas sempre mexeram com o imaginário dos mortais que se interessam por coisas ocultas e teorias do tipo. Algumas, como a Maçonaria e a Ordem Rosacruz, se consideram apenas "sociedades discretas". Outras nem tanto. Muito faladas ou quase totalmente desconhecidas, as sociedades secretas às vezes perduram por séculos e séculos na história.

Uma coisa é consenso entre elas: são sempre envoltas em segredos e mistérios. Entretanto, existem aquelas das quais quase não se ouve falar, e que são extremamente sombrias e estranhas. Algumas extintas, mas algumas em atividade até os dias de hoje.

O Ultra Curioso vai te mostrar as 7 sociedades secretas mais estranhas e misteriosas do mundo. Compostas apenas por homossexuais, venerando animais ou com objetivos conspiratórios, confira as bizarrices dessas fraternidades.

1. Yazidi (The Order of the Peacock Angel)

melek

Denominada 'A Ordem do Anjo Pavão', ou simplesmente Yazidi, esta sociedade secreta é consideradas por muitos como sendo uma religião e foi fundada na Grã-Bretanha na década de 1960.

Seus membros reverenciam Melek Taus - o Anjo Pavão -, o mais poderoso dos heft sirr (sete mistérios) criados por Deus para cuidar da civilização humana. Segundo as crenças dessa sociedade, Melek Taus tem o poder de alterar qualquer coisa na vida dos homens, atende às preces dos que recorrem a ele.

Ao redor do altar de Melek Taus, os membros da Ordem fazem danças em estado de transe, enquanto sussurram suas preces ao deus pavão. A dança começa lenta e sempre termina em ritmo frenético.

Esta sociedade ainda tem muitos adeptos, é taxada como "hermética".

MelekTausJezidismus

 

2. Bald Knobbers

6i4p26

Os Bald Knobbers eram um grupo secreto de "guardiões" que praticou a "justiça com as próprias mãos" em Missouri, logo após a Guerra Civil. Foi fundado por Nat Kinney, um homem que era considerado "a lei" personificada. As reuniões dos Bald Knobber aconteciam nas montanhas e tinham como finalidade responder de forma violenta à criminalidade crescente de Missouri. Eles usavam seus casacos do avesso e máscaras com chifres, puniam os criminosos com chicotadas, espancamento e execução.

O grupo atingiu seu auge no ano de 1887, mas logo começaram a indicar sinais de declínio, quando as autoridades conseguiram prender 20 membros e executar outros 4. A fraternidade terminou de vez no ano de 1889, e o líder Nat Kinney foi morto a tiros por um perseguidor do grupo.

sociedades-secretas-02

3. A Ordem Chaeronea

ordem de chaeronea (1)

 

Originalmente, Chaeronea (ou Queroneia) foi o nome da batalha ocorrida na Grécia Antiga, em 338 a.C., onde o Batalhão Sagrado de Tebas foi derrotado. Esse batalhão era composto por cerca de 150 soldados e seus amantes homens.

Muito tempo depois, já no ano de 1889, o mesmo nome foi usado para batizar um fraternidade política e secreta de homens gays. A sociedade foi fundado por Cecil Ives, e tinha como finalidade reunir os homens que eram secretamente homossexuais, para promover encontros e conversas entre eles, sem o risco de perseguição ou de alguém descobrir. Eram estabelecidas uma séria de cerimônias e senhas para manter o sigilo total da sociedade.

Nomes como Samuel Elsworth Cottam, Charles Kains Jackson e Oscar Wilde eram membros da Ordem de Chaeronea.

sociedade secreta

4. O Clube da Cabeça do Bezerro

CALVES_riot-at-calves-head-club

 

Pouco depois da execução do Rei Carlos I, no ano de 1649, os seus adversários fundaram o Clube Cabeça de Bezerros "para zombar da sua memória". Membros reuniam-se uma vez por ano, no dia 30 de janeiro, e celebravam um jantar muito estranho, com um machado simbólico pendurado por cima da sala de jantar. O próprio menu incluía cabeças de bezerros (que representavam o escritório e os apoiantes reais do rei), uma cabeça de bacalhau (que representava o próprio rei) e uma cabeça de javali recheada com maçãs (que representava a tirania do rei).

Os membros do Clube da Cabeça do Bezerro tinham o seu próprio hino, que elogiava a morte do rei e brindavam com vinho em copos feitos de crânios da pantorrilha. Eles também queimaram uma cópia da autobiografia do rei, enquanto juravam pelo tratado de John Milton apoiar a sua execução. Milton supostamente fundou o grupo.

Após a restauração da monarquia em 1660, o Chefe do Clube dos Bezerros decidiu que tinham que se encontrar secretamente. O clube finalmente encontrou o seu fim em fevereiro de 1735, quando uma multidão invadiu uma reunião e quase linchou vários membros.

cabeça de bezerro

 

5. A Ordem da Mão Oculta

ad_168717074

 

Esta fraternidade foi composta por jornalistas que usavam em seus textos frases-códigos que apenas membros da sociedade entenderiam.

A sociedade secreta da Ordem da Mão Oculta começou quando Joseph Flandres, um repórter do jornal Charlotte News, inocentemente usou a frase "era como se tivesse uma mão oculta" num relatório. Os seus amigos gostaram tanto do texto que conspiraram para copiá-lo o mais rápido possível. Logo depois, outros repórteres e jornalistas de todo o mundo começaram a usar a frase nas suas próprias histórias.

A conspiração foi desfeita em 2004, quando James Fanega, repórter do Chicago Tribune, conseguiu rastrear os autores e listar as publicações em que tinham se infiltrado. No entanto, o grupo recuperou em 2006, quando o líder Paul Greenberg e os principais membros anunciaram que tinham escolhido uma nova frase para continuar a tradição. Até agora, ninguém conseguiu descobrir a nova frase.

0313

6. Arioi

65

 

A Arioi era uma sociedade secreta que existiu no Tahiti, muito antes dos europeus encontrarem o caminho para a ilha, ligada à beleza e ao sexo. O secreto grupo era dedicado ao culto e adoração de seu deus pagão Oro, e viajou extensivamente em busca de novos membros.

Para atrair novos candidatos, os membros fizeram elaborados rituais de danças. Qualquer um poderia pedir para participar, mas apenas o mais bonito e belo acabava sendo selecionado, uma vez que a sociedade era ligada à beleza e à proeza espiritual.

Membros tiveram de memorizar os seus rituais perfeitamente para serem reconhecidos, caso contrário, eram ridicularizados sem piedade. Além disso, a sociedade pregava um estilo de vida muito livre, como evidenciado por alguns dos seus rituais sexualmente carregados. O seu comportamento era evidentemente não-amigável para com os missionários cristãos designados para o local, que os descreviam como "libertinos privilegiados que se envolveram em exposições abomináveis, indizíveis e obscenas".

220px-Tahiti-Oro

7. A Sociedade do Leopardo

3

 

A sociedade secreta do Leopardo tinha adeptos na Nigéria e Serra Leoa. O objetivo da fraternidade era realizar sacrifícios humanos e canibalismo.

Vestidos com peles de leopardo e armados com garras de metal afiadas e dentes, os membros da fraternidade do Leopardo emboscavam e espancavam suas vítima até à morte. Depois disso, o homem-leopardo recolhia o sangue da presa humana e usava-o para fazer uma poção que acreditava que iria dar-lhe poderes sobrenaturais.

A fraternidade sanguinária fez inúmeras vítimas principalmente depois da 2ª Guerra Mundial. As autoridades tentavam juntar informações para acabar com a Ordem, mas os habitantes de Serra Leoa e Nigéria que haviam entrado em contato com a fraternidade do Leopardo recusavam-se a fornecer qualquer informação sobre o culto, porque acreditavam na invulnerabilidade dos homens-leopardo. Só depois que as autoridades conseguiram matar um membro, em 1948, e tinham várias testemunhas, é que conseguiram reunir delações para chegar aos membros.

leoparta

 

 

Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+