História

As pirâmides do Egito foram criadas por alienígenas ou por humanos?

pirâmides
0

A história das pirâmides do Egito é envolvida em teorias da conspiração por aqueles que não acreditam que elas foram construídas por humanos como nós. De fato, a história pode gerar algumas dúvidas, já que os blocos de algumas das pirâmides podem chegar a ter dez toneladas. Da mesma forma, não haviam máquinas computadorizadas para realizar o “trabalho duro”, mas isso não impediu que tantas pirâmides fossem construídas.

Por 3800 anos, a Grande Pirâmide de Gizé, construída em 2560 a.C., foi considerada o “prédio” mais alto do mundo. Ela só perdeu o posto quando a Catedral de Lincoln, na Inglaterra, foi levantada (em 1300). Uma curiosidade a respeito da pirâmide que já quebrou recordes é que, na época em que foi construída, a roda ainda não havia sido inventada, então os egípcios não contaram com a ajuda de alguma espécie de veículo para transportar os grandes blocos.

pirâmides

Pixabay

Alguns acreditam que o serviço foi feito por alienígenas e não por humanos, mas tudo pode ser explicado para provar que pessoas, exatamente como nós, foram responsáveis por toda a construção. Apesar de muito interessante, o projeto das pirâmides é simples. Ela é, do ponto de vista arquitetônico, uma das ideias mais primordiais, o que contribuiu para que fosse construída em várias sociedades, como os mesopotâmios, os chineses, os maias e os astecas.

A primeira pirâmide criada

A tecnologia que deu origem às pirâmides é antiga e foi inventada pelo arquiteto Imhotep, que fez a pirâmide mais antiga de todas, a de Djoser (2648 a.C.). Antes dela, os faraós eram enterrados nas mastabas, que são tumbas subterrâneas cobertas por pilhas retangulares de blocos e com paredes inclinadas, que continuaram a ser usadas ao longo de milênios por egípcios fora da realeza.

A ideia de Imhotep, que corroborou na criação da primeira pirâmide, foi a de construir uma mastaba pequena sobre uma grande, depois uma menor ainda sobre essa, criando seis camadas. Ao final do processo, o “edifício” possuía 62 metros de altura e 125 de largura. A pirâmide de Djoser existe até hoje.

Pixabay

A ideia foi copiada pelo sucessor de Djoser, Sekhmet (2645 a.C) e assim por diante. No reino de Snefru (2613-2589 a.C.), uma inovação foi criada: a pirâmide lisa, da forma como conhecemos hoje. Uma parede única inclinada era feita do solo até o topo e coberta por calcário polido, dando um aspecto branco e brilhante. Essa parte, no entanto, desabou com os anos, sobrando só o “esqueleto”, como pode ser visto nos dias atuais.

Snefru gostava tanto de pirâmides que fez pelo menos três delas. Como exatamente elas foram construídas, ninguém deixou registrado, mas há algumas dicas. A ideia mais aceita é a de que as pedras utilizadas nas pirâmides foram retiradas de pedreiras e arrastadas até os locais de construção (que não costumavam ficar tão longe do local das pedreiras).

Como elas foram erguidas?

A parte mais intrigante sobre o processo de criação das pirâmides é a de como pedras tão grandes eram arrastadas, já que não existia nenhum veículo sobre rodas para carregá-las. Uma dica deixada alguns séculos depois da criação das primeiras pirâmides pode responder todas as dúvidas: a tumba do governador Djehutihotep (1900 a.C.) mostra uma estátua colossal sendo arrastada por 172 trabalhadores. Em frente ao caminho, alguns deles jogam água para facilitar o deslizamento.

Pixabay

O arqueólogo experimental Denys Allen Stocks calculou que apenas oito trabalhadores seriam necessários para puxar um bloco médio de 2,5 toneladas com um trenó de madeira. Outro ponto de curiosidade nos dias atuais é a forma que as pedras retiradas das pedreiras eram içadas a mais de 100 metros de altura. Mas para isso também há uma resposta, e ela pode ter ficado conhecida há muito tempo.

No século 1 a.C., o historiador Diodoro Sículo já acreditava ter a resposta que ainda é a mais aceita: rampas de areia. O formato exato dessas rampas – se eram retas ou faziam um zigue-zague em torno da pirâmide – ainda é aberto a interpretações. Os dois modos podem ter sido incorporados, o que representa uma particularidade daqueles que construíam cada uma das pirâmides. O fato mais importante de tudo isso é que o processo de construção foi devidamente explicado e passa longe da ajuda de alienígenas.

Fonte: Recreio UOL

Lewis Hamilton diz que mudará de nome na Fórmula 1

Matéria anterior

Hubble tirou foto impressionante de uma explosão de uma estrela bebê

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications