As conversas pelo aplicativo WhatsApp são cada vez mais constantes, através dele nos comunicamos com familiares, amigos, colegas de trabalho, até mesmo com nossos gerentes de banco, marcamos consultas médicas, enfim, praticamente todo mundo com quem precisamos falar.

O problema é que, muitas vezes essas mensagens acabam ocupando muito espaço na memória do celular. E, não apenas, muitas vezes também não queremos que outras pessoas saibam sobre uma determinada conversa que você teve com alguém, afinal, se fosse para as pessoas saberem você teria conversado diretamente com elas e não com outras, certo?

Há algum tempo, o FBI pediu à Apple total acesso aos dados de um iPhone para um caso no qual trabalhavam. Isso nos faz pensar em como nossos dados estão à solta por aí, no oceano sem fim da internet. Te deixa preocupado? Se sim, você é um dos milhares.

02

Em abril desse ano o WhatsApp implantou um sistema de "criptografia de mensagens". A probabilidade de você ter percebido essa mensagem é grande, afinal, ela aparece sempre. Mas, como será que ela funciona?

Todo o "burburinho" ao redor desse assunto "começou" com um cometário feito por Jonathan Zdziarski, um especialista em seguranaça digital do sistema iOS, no qual declarou o seguinte:

Publicidade
continue a leitura

"Lamento amigos, mas enquanto os especialistas dizem que a criptografia funciona no WhatsApp, parece que a versão mais recente do app deixa um rastro forense de todas as suas conversas, inclusive depois que você as apagou, limpou ou arquivou... Mesmo se você escolher 'apagar todas as conversas'. Na verdade, a única forma de apagá-las parece ser apagar o app completamente."

Quando o aplicativo lançou essa nova tecnologia de criptografia anunciou o seguinte: "Temos o orgulho de anunciar que conseguimos um desenvolvimento tecnológico que faz com que o WhatsApp se transforme em líder na proteção de sua comunicação particular: a criptografia de ponta a ponta".

03

Os usuários começaram a receber uma mensagem que dizia o seguinte: "Nem o WhatsApp e nem terceiros podem ler ou escutar as mensagens e chamadas". Muitas pessoas ficaram na dúvida, será é isso é real?

Segundo a pesquisa feita, em iPhones, por Zdziarski, "o registro não é eliminado nem apagado da base de dados, o que deixa um artefato forense que pode ser recuperado e reconstruído em sua forma original". Isso quer dizer quer dizer que ainda existem rastros das mensagens em seu celular, mesmo depois que você as apaga.

Sendo assim, "as autoridades podem, potencialmente, emitir uma ordem exigindo que a Apple obtenha seus registros de conversas, que podem incluir mensagens apagadas". Isso é possível porque elas ficam gravadas na nuvem e, quando não, podem reconstruir essas mensagens utilizando informações encontradas no telefone.

Publicidade
continue a leitura

A questão é que, como explica Mundo Lee Munson (um pesquisador de segurança do site Comparitech.com) "em tese a criptografia total, seja relativa a aplicativos de mensagens ou outro tipo de comunicação, é completamente segura e capaz de proteger a segurança de quem está usando.

No entanto, na prática, o problema é que a criptografia total só é uma frase para descrever operações matemáticas complexas muito difíceis de decifrar (...). Mas a possibilidade de conseguir isso aumenta com o tempo."

Apesar de, com a criptografia, ser um pouco mais difícil para as pessoas terem acesso às suas conversas, não será impossível reavê-las. As soluções para aparelhos móveis são muito mais baixas do que as de computadores.

01

Como evitar que o acesso às suas mensagens?

Publicidade
continue a leitura

Além de apagá-las para dificultar o acesso, o especialista Lee Munso aconselha utilizar "senhas fortes e evitar sistemas de autenticação que se baseiem em aspectos biométricos."

Para os usuários de iPhone Zdziarki aconselha o uso do iTunes para estabelecer uma senha de backup grande e complexa; deletar o WhatsApp de vez em quando e instalar novamente, fazendo com que a base de dados seja limpa; além de desabilitar os backups automáticos na nuvem.

WhatsApp-read-receipts

De qualquer maneira, uma pessoa que não tem o conhecimento necessário não conseguirá ter acesso às suas mensagens mas, se ainda assim, você sentir necessidade de manter-se seguro, experimente essas medidas, e muito cuidado com o que escreve por aí.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Encontraram algum erro? Possuem sugestões? Dúvidas? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Publicado em: 12/08/16 15h56