Como ser invencível no jokenpô?

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      03/09/14 às 22h03

O pedra, papel e tesoura é um jogo circular, onde o jogador tem três opções, cada uma delas vence outra e perde para alguma. O empate só acontece quando dois jogadores usam o mesmo item. A pedra vence a tesoura, mas perde para o papel. O papel vence a pedra, mas perde para a tesoura. A tesoura vence do papel, mas perde para pedra.

A primeira vista o jokenpô pode parecer um jogo de sorte, onde a escolha do participante é o único fator determinante para o resultado, mas um estudo científico mostrou que a sorte não é o principal componente do jogo.

Pesquisdores do Experimental Social Science Laboratory, da Zhejiang University chamaram 360 voluntários para o teste. Os jogadores foram dividos em grupos aleatórios de 60 pessoas, cada um disputou 300 partidas. Para evitar que os jogadores desanimassem no meio das partidas, eles eram recompensados com dinheiro por cada vitória.

Observando as milhares de partidas catalogadas, os pesquisadores desvenderam o segredo do jokenpô.

Quando uma pessoa ganha a partida, ela tende a usar a mesma escolha feita na jogada seguinte. E quando perde duas partidas seguidas, na terceira, a pessoa usa o item que teria ganho a última partida que perdeu.

Imaginando uma partida hipotética, suponhamos que o jogador chamado João ganha usando a tesoura. Provavelmente, na próxima ele usará a mesma arma. O adversário, para maximizar as suas chances de vencer, deve usar pedra na próxima rodada.

Caso João tivesse perdido duas rodadas, sendo a última para uma pedra, ele muito provavelmente vai usar o papel na seguinte, dessa maneira o seu oponente precisa computar as duas derrotas do adversário e usar a tesoura para vencer.

Claro que esse padrão não ocorre em 100% das vezes, longe disso. Mas quando muitas partidas são jogadas, a probabilidade de vitória de quem segue essas regras cresce muito, porque por mais imprevisível que o jogo possa ser, uma pessoa nem sempre é.

E aí conseguiu testar? Funcionou?

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+