Criações bélicas que usamos em nosso lar no dia-a-dia

POR Pietro Bottura    EM Curiosidades      03/09/14 às 21h33

Você sabia que entre o seu quarto e a cozinha existem dezenas de utensílios de guerra? Na verdade, mesmo, a maior parte das coisas "importantes" inventadas pelo homem foram fruto da necessidade, que anda de mãos dadas com a guerra. E, se essa lista fosse estendida para o mundo, entrariam na lista meios de transporte, tecnologias móveis, vestuário e até mesmo alimentação. Então vamos ser mais específicos e mostrar coisas que, em sua maioria, ficam na sua cozinha ou quarto apesar de terem sido criadas para a morte:

Microondas

fdcffd5d543d2a9eac5eefbb51a5dd16

Esse prático aparelho foi inventado por consequência da Guerra Fria (1945-1991), nos Estados Unidos. Percy Spenser, seu criador, descobriu por acaso que um chocolate que estava em seu bolso havia sido derretido enquanto ele inspecionava magnétrons, usados em radares. Depois a notar a relação de causa e consequência, Spenser vendeu um propótipo para a empresa Raytheon. O primeiro modelo vendido pesava 350 quilos e tinha custo final para o cliente entre 2 e 3 mil dólares.

Margarina

mito-1-604x372

Quem diria que essa companheira das famílias felizes é um produto de guerra, não é mesmo? Na Guerra Franco-Prussiana (1870-1871), Napoleão III (sobrinho do Bonaparte que conhecemos) ofereceu uma recompensa para qualquer um que ofeceresse uma solução para a escassez de manteiga, que era cara e de difícil armazenamento. O prêmio foi abocanhado por um químico chamado Mège-Mouriès, em 1869, e desde então continua sendo uma alternativa ruim e barata para a boa e velha manteiga.

Leite Condensado

blog 550

Durante a Guerra de Secessão dos EUA, que aconteceu de 1861 à 1865, as fazendas não tinham como continuar sua produção normalmente, e nem tampouco os mercados. Por isso, o inventor Gail Borden tentou bolar um jeito que fizesse o leite durar mais antes de azedar, já que na época não existiam geladeiras, pasteurização ou conservantes. Em pouco tempo, o item passou a fazer parte da ração das tropas norte-americanas e também dos lares, e - descenessário dizer - Borden ficou rico com o produto de sucesso.

M&M's

M&M_spokescandies

Acredite se quiser, eles existem desde a Guerra Espanhola, que aconteceu de 36 à 39. O empresário Forrest Mars descobriu que as tropas espanholas recebiam pedaços de chocolate cobertos por um tipo de casca protetora comestível, feita de açúcar, que impedia o derretimento da guloseima. Mars, então, aliou-se ao seu sócio Brue Murrie, assim juntando os dois Ms que compõem o nome da marca. A popularização nos EUA se deu em 1941, pois as tropas americanas passaram a receber M&M's em suas rações.

Teflon

Nonstickfryingpan

Esse amigo das donas de casa foi uma descoberta acidental do químico Roy Plunkett, que, numa experiência com gases para refrigeração, criou uma substância em que nada grudava.

Durante a Segunda Guerra Mundial, os EUA usaram essa nova tecnologia para revestir tubos e vedar partes das bombas atômicas e mísseis de seu arsenal. Hoje, o teflon é encontrado principalmente em frigideiras e panelas que as donas de casa simplesmente amam.

Computador

Eniac

Outro filho da Guerra Fria, o primeiro computador servia para ajudar em cálculos de artilharia, e ficou pronto em 1946. Batizado "Eniac", o trambolho também ajudou na criação da bomba H, testada pela primeira vez em 52. Tinha mais de 2 metros de altura e uma área 15 x 9, com valor avaliado em 400 mil dólares.

Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+