Conheça 9 dos animais mais raros da Terra

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      12/08/14 às 20h59

A natureza é bela e todo mundo sabe disso. Ela guarda, inclusive, espécies de animais que a gente quase nunca vê. Algumas porque ainda acabaram de ser descobertas - como nos mostram, todos os anos, os catálogos das novas espécies registradas -, outras, entretanto, são pouco vistas exatamente porque estão se tornando escassas e desaparecendo de vez do planeta.

Conheça, na lista apresentada pela Revista National Geographic, algumas desses animais que você provavelmente não conhecia, mas que estão entre os mais raros da Terra atualmente:

Leopardo-de-Amur

1

Encontrado na região de Primorye, na Rússia, esse é o exemplar de uma subespécie raríssima de leopardo. Conforme os pesquisadores, em 2007, havia entre 16 e 20 adultos e não mais que 6 filhotes do Leopardo-de-Amur na região onde costumam ser encontrados.

Rinoceronte-de-Sumatra

2

Essa espécie de rinocerontes conta com uma pequena população, estimada em menos de 275 animais. Eles costumam viver no extremo nordeste da Índia e Bangladesh, na península malaia, nas ilhas de Sumatra e Bornéu. Acontece, no entanto, que a valorização comercial (e ilegal) de seus chifres nessas regiões impedem que os exemplares da espécie sejam preservados.

Gorila

3

Esse grandalhão, considerado por muitos um parente distante dos humanos, vive nos bosques montanhosos do centro-oeste africano. Desde dos anos 80, pesquisas indicam que a caça comercial e os surtos do vírus Ebola na região estão dizimando a espécie.

Rato pigmeu australiano

4

Este pequenino dos olhos arregalados é o único mamífero australiano que vive em ambientes alpinos. Mas ele está cada vez mais raro devido a destruição de seu habitat, especialmente pela construção de resorts e estações de esqui.

Crocodilo filipino

6

Esse crocodilo de água doce é relativamente pequeno, se comparado com outras espécies de crocodilos. Ele pode ser encontrado em lagos, lagoas, pântanos, mas atualmente seu espaço tem sido drasticamente substituído por plantações de arroz. Além disso, o bicho é alvo de pesca e de caça destrutiva, que usa dinamites como método para captura.

Ibis-eremita

7

Por anos, pesquisadores pensaram que essa ave havia desaparecido da Terra, mas ela acabou sendo redescoberta no deserto sírio, perto de Palmyra, em 2002. As principais ameaças à essa espécie são a caça e o declínio de seu habitat.

Rã de Morelet

8

De acordo com especialistas do mundo animal, o declínio dessa espécie de rã, nos próximos 10 anos, está calculado em 80%. Ela pode ser encontrada no México e em algumas partes da América do Sul, mas a destruição de seu habitat e as doenças causadas por infecção fúngica têm reduzido muito o número de seus exemplares.

Bicho-pau da ilha de Lord

9

Por volta de 1920, cientistas pensaram que a espécie estava extinta, devido a grande presença de ratos em seu habitat, na Ilha Lord Howe, entre Austrália e Nova Zelândia. Em 2001, no entanto, essa espécie de bicho-pau foi redescoberta a 22 quilômetros de sua ilha de origem, em um paredão de rochas, conhecido como Ball's Pyramid.

Antílope-branco

10

Estatíticas apontam que existem apenas 300 indivíduos dessa espécie na natureza. Sua população está diminuindo drasticamente devido à caça. Hoje em dia os antílopes-brancos são encontrados somente em Niger, na África.

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+