Conheça o que restou da antiga União Soviética

POR Thamyris Fernandes    EM Mundo Afora      10/09/14 às 00h00

Uma das fases mais agonizantes da história mundial teve fim há pouco tempo, com a queda do Muro de Berlim. O fato histórico, que ocorreu no ano de 1989, colocou fim à chamada Guerra Fria, que dividia o mundo entre blocos capitalista e socialista; e repartia a Alemanha em Ocidental e Oriental.

Com o encerramento do período, teve fim ainda a União soviética, conjunto de países que, juntamente com a Rússia, estavam no lado socialista (e oriental) da divisão. A perda da disputa, claro, trouxe consequências devastadoras à organização e às cidades que faziam parte desse conglomerado deixando isolamento e abandono a muitos prédio representativos no auge do conflito.

A fim de retratar essa derrocada, o explorador urbano Rebecca Litchfield, lançou o livro fotográficos Fantasmas soviéticos. Por meio de imagens, ele compartilha com o mundo o que aconteceu e o que sobrou da União Soviética. Veja algumas cenas que estão sua obra:

Buzludzha, Bulgária

1

2

3

4

No topo do Monte Buzludzha estão os restos de um monumento que mostra quão verdadeiramente insana a União Soviética era. No seu coração está um enorme anfiteatro, adornado pela arte característica do período, que em seus dias de glamour ofereceu instalações excelentes, mas que agora está em ruínas.

Sanatório, Rússia

5

6

7

Isso foi o que restou dos sanatórios espalhados pelo antigo império. Eles eram chamados de "casas de repouso" e eram voltados para os proletários. Mas, na verdade, não havia qualquer tipo de descanso dentro de suas instalações, somente os mais insanos tratamentos possíveis.

Hospital Soviético, Alemanha Oriental

8

9

10

Construído em 1898, este hospital tratava militares durante as guerras mundiais. Suas instalações, incluva, receberam Adolf Hitler certa vez, quando foi ferido, na batalha do Somme. Durante a Guerra Fria, esse foi o maior hospital da União. Mas, desde a reunificação, foi abandonado por causa de sua história obscura.

Sede Soviética na Alemanha

11

12

Esse era o reduto alemão durante a Segunda Guerra Mundial, e consistia em um complexo de 260 hectares, totalmente ocupados pelo Exército Vermelho. Na época, o lugar era usado para gerenciar a construção e manutenção do Muro de Berlim.

Prisão Patarei, Estônia

13

14

A antiga prisão se trata de um lugar incrivelmente escuro e abandonado. Na época, suas condições eram horríveis, com 25 presos fechados em celas que, originalmente, comportariam 7 pessoas. Vários prisioneiros foram cruelmente jogados do alto do penhasco, no mar Báltico.

Skrunda, Letônia

16

17

18

Essa era uma cidade secreta, próxima à Letônia. Ela abrigou centenas de pessoas que trabalhavam em uma estação de radar usada para ouvir os objetos no espaço e rastrear mísseis. A cidade inteira foi vendida por 30 mil dólares, em 90, mas ainda permanece como era décadas atrás.

Monumento à Amizade, Bulgária

19

Esse monumento foi erguido na Bulgária, em 1974, para comemorar a revolução socialista no país. No interior do monumento havia o que chamavam de chama eterna, que já esteve acesa.

Irbene, Letônia

20

21

Irbene foi o lar de duas rádios soviéticas e um centro de espionagem, que agora está estagnado. O local só foi descoberto em 1993. Suas instalações foram erguidas com objetivo de interceptar e decodificar as mensagens enviadas a partir dos salétites americanos, embora isso nunca tenha a acontecido.

Organização The Young Pioneer, Rússia

22

23

Essa foi a primeira organização do movimento sociético fundada por Lenin. Esses lugares eram feitos para ensinar as crianças o seu papel no grande coletivo e acabar com a individualidade. A propaganda e livros usados ?ali permanecem, em grande parte, intactos.

Pripyat, na Ucrânia

24

25

26

27

Essa cidade tinha cerca de 50 mil habitantes e foi totalmente abandonada após o desastre nuclear de Chernobyl, em meados da década de 1980. Devido à radiação, ela foi deixada praticamente intocada. A natureza agora governa a cidade, que se assemelha a um filme apocalíptico.

Aeroporto Riga, Letônia

28

29

30

Após a queda da União Soviética e da militarização dos antigos estados soviéticos, o Aeroporto Riga tornou-se cemitério e museu de jatos militares.

Krampnitz, Alemanha

31

Krampnitz, um campo de treinamento militar alemão, foi ocupada pelo Exército Vermelho após o fim da II Guerra Mundial. O lugar foi sucateando desde que foi abandonado, em 1992.

Cinema, Rússia

34

Durante a Revolução Russa, os cinemas foram utilizados para transmitir filmes educativos sobre política e doutrinação. Com o final do período, muitos desses locais foram completamente abandonados.

Milovice, República Checa

35

Após a Revolução do Veludo, a URSS abandonou todas as suas bases na antiga Checoslováquia, incluindo Milovice. Eles deixaram para trás esconderijos de armas e minas, o que tornou as estruturas em ruínas incrivelmente perigosas, passíveis de explosões.

Submarino soviético 'Black Widow', Reino Unido

36

37

Vendido a um museu, em Londres, este submarino soviético permanece exatamente como ficou depois ser tirado de atividade. Durante o auge da Guerra Fria, ele carregou 22 ogivas nucleares.

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+