Fatos NerdNotícias

Criador de Naruto fala sobre o seu novo mangá

0

Masashi Kishimoto pode até ter dado adeus a Naruto, mas, apesar disso, o autor está longe de se aposentar dos mangás. Desde o fim de Naruto, em 2014, Kishimoto tirou um tempo para descansar de suas atividades e de todo o estresse das publicações. No entanto, parece que ele já está pronto para voltar ao trabalho. De acordo com Hiroyuki Nakano, o editor chefe da Weekly Shonen Jump, o artista, ao invés de apenas um capítulo, lançará uma série completa. O anúncio foi feito durante sua apresentação na conferência em Tóquio e, segundo Nakano, o trabalho já está em desenvolvimento.

De fato, já no final de 2015 Masashi Kishimoto revelou que estava com alguns planos para um futuro projeto. De acordo com ele, a nova obra seria mais voltada para a ficção científica. No ano seguinte, em uma entrevista para a revista Jump Giga, o autor confirmou que realmente estava envolvido com sua nova iniciativa. Ele também revelou que já havia realizado pesquisas a respeito do tema. Então, em dezembro de 2017, Kishimoto participou do painel de Boruto: Naruto Next Generations, no Jump Festa. Em certo momento de sua apresentação, ele compartilhou esboços de seu atual mangá. Os quais você pode ver logo abaixo.

Planos e projetos

Após finalizar o mangá de Naruto, Masashi Kishimoto ainda continuou envolvido com a obra. Ele escreveu a minissérie Naruto: The Seventh Hokage and the Scarlet Spring. Além disso, ele foi chefe de produção no início de Boruto, tendo supervisionado a criação dos personagens e trabalhado até certo ponto do roteiro. No entanto, a partir de agora o autor deve se concentrar exclusivamente em seu novo projeto.

Seja como for, os fãs de Kishimoto já estão ansiosos para ver como o artista irá abordar uma temática tão rica e ampla como a ficção científica. Até o momento, apesar de todas as confirmações, poucas informações foram divulgadas a respeito do projeto. Por isso, fique ligado na Fatos Nerd para mais novidades.

7 histórias assustadoras de pessoas executadas por bruxaria

Matéria anterior

7 vezes que a psicologia foi utilizada de forma maligna

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos