• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Criar alucinações sem nenhum entorpecente é extremamente fácil

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      15/08/19 às 15h19

Tem gente que faz o uso de entorpecentes apenas com o propósito de experimentar sensações e alucinações surreais. Mas, e se você pudesse ter isso tudo sem usar nenhuma droga? Aparentemente, isso é mais fácil do que se imaginar e você pode fazer na sua casa mesmo.

O cérebro humano é realmente algo incrível. Graças a ele, nós podemos fazer coisas que os nossos ancestrais primais jamais conseguiram, por estarem anos atrás de evolução e que os computadores mais avançados não chegam nem perto de conseguir. É como se não houvesse chance de competir com os nossos poderes de consciência, incrivelmente superiores, ao de qualquer inteligência artificial.

Mas, ao mesmo tempo que os nossos comandos cerebrais são incrivelmente poderosos, eles também são extremamente frágeis. Ou seja, quaisquer ferimentos ou defeitos estruturais podem deixar o cérebro humano estranho, podendo ser facilmente enganado para ver e ouvir coisas que na verdade não existem, as chamadas alucinações. E o seu cérebro pode fazer isso sozinho, tudo o que você precisa é saber como manipulá-lo.

Criando alucinações

Para criar uma situação de intensa privação sensorial, que te fará experimentar essas alucinações, que alteram tanto a visão quanto a audição, você precisará de algumas ferramentas. Como demonstrado nesse vídeo, onde dois homens fazem o experimento em casa, você precisará de alguns objetos domésticos comuns.

O importante nesse caso é se privar de qualquer informação sensorial do ambiente em que você está. Os efeitos começam a aparecer depois de 10 a 30 minutos de experimento. Os homens, que aparecem no vídeo, relataram essas experiências depois de 20 minutos. Eles detalharam terem vistos "flores de cor", aquelas que você enxerga quando esfrega as pálpebras e que, consequentemente, criam formas e silhuetas estranhas.

Para alguns, esse experimento pode parecer bobagem, mas se você não acredita na palavra dos caras, saiba que eles estão fazendo algo realmente científico. O experimento, visto no vídeo, realmente segue todos os princípios de um fenômeno conhecido como efeito Ganzfeld.

Efeito Ganzfeld

O efeito Ganzfeld acontece quando você está exposto a "um campo de estimulação não estruturado e uniforme". Por exemplo, quando você vê a escuridão e ouve constantemente a estática da televisão, nesse momento, o seu cérebro irá responder amplificando o ruído neural se esforçando para encontrar sinais visuais ausentes. É essa condição que cria as alucinações visuais e auditivas como descritas no vídeo.

Mas, assim como as drogas, cada indivíduo iria experimentar o efeito de forma diferente e única, nunca será o mesmo que outra pessoa sentiu.

Derek Muller, do canal Veritasium, também fez o seu próprio experimento de privação sensorial. Para isso, ele ficou dentro de uma câmara anecoica (isolada de fontes externadas de ruído) por 45 minutos. E relatou sua experiência. "Talvez a coisa mais estranha que notei foi a sensação do meu coração", disse ele. "Eu senti como se estivesse bombeando muito forte, e eu podia sentir, quase como o sangue empurrando através de mim. Não era como se eu estivesse ouvindo, era como se eu estivesse sentindo isso. E eu estava me sentindo como se, de certo modo, meu coração estava balançando meu corpo. Isso era algo estranho".

No caso de Derek, ele não vivenciou exatamente alucinações, mas o que ele descreve, sugere que o seu cérebro estava amplificando as coisas, na ausência de qualquer estímulo externo.

E você, teria coragem de fazer esse experimento em casa? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+