• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

DC Comics pode ter revelado fraqueza do Dr. Manhattan

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      13/03/19 às 17h32

Os universos da Liga da Justiça e de Watchmen se encontram pela primeira vez em Doomsday Clock. A continuação da história de Alan Moore que muitos fãs pediram, foi apresentada de forma inusitada. A minissérie está diretamente ligada a vários eventos do Renascimento, a linha atual de publicação dos títulos da DC Comics. O quadrinho tem proporcionado algumas respostas e curiosidades a respeito do mundo de Watchmen. Em particular sobre o Dr. Manhattan, um dos personagens mais emblemáticos da história.

Dr. Manhattan, antes conhecido apenas como Dr. Jonathan Osterman, é o único personagem do grupo com reais superpoderes. Eles foram adquiridos após um terrível acidente. Depois disso, ele se tornou basicamente um deus. Onipotente, onipresente, onisciente. Dr. Manhattan se transformou num ser tão superior, que ele precisou deixar a Terra, pois não havia mais lugar para ele aqui. Assim, sempre vem a dúvida sobre como uma criatura dessas pode ter fraquezas. Sua existência excede qualquer expectativa para tanto. Caso ele resolvesse dominar a Terra, por exemplo, o planeta não teria condições de resistir. Curiosamente, no último volume de Doomsday Clock, há indicativos de que Dr. Manhattan tem sim certa vulnerabilidade, afinal de contas.

A relação de Dr. Manhattan com os Lanternas Verdes

Na minissérie, descobrimos que Dr. Manhattan impediu que Alan Scott - o primeiro Lanterna Verde - encontrasse o Anel do Poder. Essa interferência causou consequências em toda a linha temporal da DC Comics, reescrevendo anos de história. Ele deixa suas ações registradas no Livro de Oa, mas sem qualquer questionamento de terceiros. Em Doomsday Clock #9, Dr. Manhattan enfim fica de frente com a Tropa dos Lanternas Verdes. O responsável pelo setor da Terra é Guy Gardner. Como sempre impulsivo, ele logo ataca seu oponente. À primeira vista, Dr. Manhattan parece ter quebrado o pescoço. Contudo, ele logo some e reaparece ileso, com o detalhe de ter pegado o anel do dedo de Gardner.

Uma vez com o Anel do poder em mãos, Dr. Manhattan se depara pela primeira vez com algo incapaz de compreender. Ele consegue entender qualquer matéria a nível subatômico, porém, não faz ideia de como as emoções operam. Dr. Manhattan pode até ser um deus, mas ele não é dotado de sentimentos como a maioria dos seres vivos. Os Anéis do Poder são mágicos, eles materializam os desejos de seu portador. Basta ter vontade e ele o fará. No começo do volume, Dr. Manhattan vislumbra todos momentos do tempo simultaneamente, os quais ele só consegue enxergar a escuridão.

Enquanto Dr. Manhattan questiona se seus experimentos cósmicos fariam dele um destruidor supremo, os Anéis do Poder seriam o objeto de criação. Os Lanternas Verdes juraram lutar até mesmo "na noite mais escura". A Tropa representa a esperança em meio à escuridão causada por Dr. Manhattan. Uma esperança que ele simplesmente não consegue entender, pois trata-se de um sentimento. Como resultado, esses heróis e seus anéis mágicos representam a maior ameaça para Dr. Manhattan.

Doomsday Clock #9 é escrito por Geoff John, com artes de Gary Frank.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Via   CBR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+