De onde surgiram os palavrões?

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      28/06/14 às 00h14

Não há quem resista a um xingamento "cabeludo" na hora de uma dor aguda ou de um susto. Aliás, a ciência diz até que dizer palavrões no momento certo pode ser positivo para o corpo, extravasando a raiva, por exemplo. Mas como será que esse hábito (péssimo, na visão das mães) surgiu?

Estudos apontam que não há como datar o aparecimento dos palavrões. Muito provavelmente eles surgiram juntamente com o desenvolvimento da linguagem humana e estão presentes em todas as culturas.

1

Por serem palavras usadas para traduzir sentimentos de raiva, na maioria das vezes, essa reação é controlada pela parte mais primitiva de nosso cérebro, o sistema límbico. Os especialistas explicam que é por isso que os xingamentos estão sempre ligados à base da existência, como sexo e excrementos.

Pesquisadores garantem, dessa forma, que os palavrões sempre influenciaram nossos relacionamentos sociais, causando polêmica. A única alteração, nesse sentido, é com relação às ofensas, que se renovam de acordo com as épocas, se adaptando ao vocabulário e aos assuntos vigentes.

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+