• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Encontrada sem pernas traseiras, cadela é adotada por corpo de bombeiros

POR Cristyele Oliveira    EM Compartilhando coisa boa      28/01/19 às 16h19

Em meio a tantas notícias sobre maus-tratos e violência contra animais, essa história pode nos ajudar a cultivar ainda mais a esperança no ser humano. Não somente em incêndios e desastres onde os bombeiros estão prontamente preparados para agir em benefício da vida. Em Oriximiná, no oeste do Pará, a equipe de bombeiros civis se mobilizou para resgatar uma cadela que havia sido abandonada próximo a um campo de futebol, com as duas patas traseiras mutiladas.

O caso chamou a atenção dos moradores da cidade e também das redes sociais. O animal, que foi encontrado em situação de maus-tratos, foi resgatado e ganhou abrigo no prédio da brigada de incêndio, onde foi batizada com um novo nome: Vitória.

O resgate

"A equipe estava de plantão e recebeu chamado informando sobre uma cachorrinha mutilada. Ela estava ensanguenta, suja e as duas patas cortadas. Uma coisa inacreditável", contou o bombeiro civil, Celso Pinheiro ao G1.

Após o resgate, vários moradores da cidade se uniram para assegurar que Vitória recebesse os cuidados médicos veterinários, alimentação e os medicamentos necessários para cicatrização dos ferimentos.

Entre as pessoas que se sensibilizaram com o caso da cadela, teve ainda o dono de uma oficina que confeccionou especialmente para ela, uma cadeira de rodas improvisada, para que ela consiga se locomover. Uma solução provisória, já que o material é pesado, mas tem servido por enquanto.

Como ninguém se manifestou sobre ser o dono da cachorrinha, as equipes da brigada resolveram adotar a Vitória. Agora além de um novo lar, onde recebe todo o cuidado e atenção necessário, ela se tornou ainda a mascote oficial deles.

Maus-tratos a animais

Devido a situação em que foi encontrada, o caso foi passado à Polícia Civil para ser aberto uma investigação para identificar o responsável. O intuito é que este seja autuado pelo crime de maus-tratos a animais.

Pela lei, esse tipo de crime é descrito como: "Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos".

Nesses casos, a lei prevê pena de três meses a um ano de detenção e multa. Em casos de morte, essa pena pode ser aumentada.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Via   G1     G1  
Imagens G1
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+