Curiosidades

Entenda como o tricô influenciou grandes guerras

0

O nosso passado conta com diversos eventos que, graças ao fato de terem ocorrido, nos permitiu viver no presente como ele é. Diversas coisas poderiam ter sido evitadas ou feitas de outros modos, mas isso provavelmente teria resultado em outros caminhos. Estamos falando sim, das grandes guerras, que ditaram o futuro de vários países. O nosso mundo sobreviveu à Primeira Guerra Mundial. Quando menos esperávamos, estourou a Segunda Guerra Mundial, que causou devastação e deixou milhões de militares e civis mortos. No entanto, como falamos, por mais cruel que sejam essas e outras guerras, de certa forma, elas se mostraram necessárias.

Para vencer um confronto assim, são necessárias diversas estratégias. Essas vão muito além dos campos de batalhas e de lutas com armas. São necessários espiões de guerras, armamentos pesados, veículos precisos e, é claro, muitos estudos e estratégias. Uma coisa, que muitas pessoas não sabem, é que o ato de tricotar e as guerras têm muita coisa em comum. E foi pensando sobre isso, que resolvemos trazer essa matéria. Você sabe qual é essa ligação? A redação da Fatos Desconhecidos trouxe então, a explicação de como o tricô influenciou nas guerras. Sem mais delongas, confira conosco a seguir, e já aproveite para compartilhar com seus amigos.

Como o tricô influenciou grandes guerras?

Em diversos países, os tempos de guerra quase sempre envolviam o ato de tricotar. Essa era uma estratégia quase que obrigatória. Diversas mulheres eram encorajadas a apoiar as tropas, mesmo estando dentro de suas casas, enquanto os maridos lutavam nos campos. Elas então tricotavam meias e toucas para os soldados. No entanto, embora pareça algum tipo de passatempo inocente, as mulheres iam muito além. Durante as guerras, o ato de tricotar se tornou muito mais do que uma simples tarefa de mulher.

Essa tornou-se uma forma de resistência. Existe uma longa história entre o tricô e a espionagem. Algumas mulheres teciam códigos no tecido, enquanto tricotavam. Elas usavam esse método, para levar mensagens, sem serem descobertas. Sabe-se que os espiões incorporam mensagens secretas em malha, tricô, bordados e tapetes. Enquanto as guerras aconteciam e assombravam o mundo, as pessoas então usavam a arte de tricotar, feita de modo paciente em suas casas, como forma de lutar suas próprias batalhas. Assim, o próprio caminho de resistência era trilhado.

Mensagens

Quando uma pessoa desejava transmitir uma mensagem secreta, usavam uma forma de esteganografia. Isso significa que usavam códigos morse no tecido. Intercalando o ponto de tricô e um ponto amassado. Dessa forma, era possível se comunicar. Assim, usando os dois tipos de pontos, eles conseguiam transmitir mensagens criptografadas, que se escondiam em uma peça que mais se parecia inocente. Um dos equívocos do tricô nas guerras e que ainda é um passatempo bem tranquilo e relaxante. Hoje, talvez até não seja tão apreciado, mas no período de confrontos, era algo extremamente importante.

E aí, o que você achou dessa matéria? Sabia sobre essas coisas? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

7 vitórias mais malucas em jogos de azar

Matéria anterior

7 ateus que mudaram o mundo

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos