• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Esse animal está tão perto de ser extinto que só existem 10 vivos

POR Toni Nascimento    EM Curiosidades      19/03/19 às 18h59

Você já ouviu falar sobre Vaquitas? Não, não se trata de uma vaca anã ou mesmo uma vaca pequena. Não se trata de um bicho terrestre, e sim, aquático. A Vaquita é, na verdade, um golfinho que vive apenas em águas mexicanas e é o mamífero marinho mais raro do mundo.

De acordo com um novo relatório sobre esse animal quase instinto, existem apenas dez vaquitas vivas, o que significa que não vai demorar muito para que ele desapareça da face da Terra de uma vez por todas.

Esses pequenos animais, as Vaquitas, são conhecidos desde 1958, e são encontrados no Golfo da Califórnia, um trecho de mar entre uma parte dos EUA e o resto do México. Os golfinhos em perigo são os menores e mais ameaçados cetáceos da Terra. Em 2017, havia cerca de 30, agora apenas 10 sobreviveram.

Vaquitas em perigo

Em um novo relatório do Comitê Internacional para a Recuperação da Vaquita (CIRVA), foram descritas novas descobertas e se pediu ao presidente mexicano, Andres Manuel Lopez Obrador, que tome medidas urgentes para proteger a espécie em perigo.

"Dada a gravidade da situação atual, estamos escrevendo para solicitar que você tome medidas imediatas para salvar as espécies de Vaquitas da extinção. A Vaquita está à beira da extinção e, a menos que a ação seja tomada alguma providência agora, a espécie será perdida dentro de alguns meses ou anos durante a sua administração", dizia o relatório.

A sobrevivência do animal sofre perigo devido à demanda ilegal por outra criatura que compartilha seu habitat, o peixe totoaba. Estes peixes (também ameaçados) são pegos ilegalmente usando redes. Tudo por conta de suas bexigas natatórias, que podem chegar a custar 46 mil dólares por quilo no mercado negro. Elas são secas e contrabandeadas para a China por gangues criminosas. As bexigas natatórias são tão valiosas na China porque, erroneamente, acredita-se que tenham propriedades medicinais.

Nesse processo, a Vaquita acaba sendo pega por tabela, sem nem interessar ao mercado ilegal de fato. Elas são vítimas acidentais no processo de caça ilegal do totoaba, ficando emaranhadas em redes. Embora o governo do México tenha tomado algumas medidas para mitigar o declínio da espécie, como a criação de uma Área de Refúgio Vaquita, ele não fez o suficiente para conter as práticas de pesca que causam sua morte.

Salvação

"Nós enfatizamos que a única esperança remanescente para a Vaquita é eliminar toda a pesca com redes de emalhar na área onde as últimas Vaquitas vivem", afirmaram os pesquisadores. "Esta não é uma tarefa impossível, já que a área a ser protegida não é grande", acrescentam, alertando que a pesca ilegal está crescendo e que os agressores estão se tornando cada vez mais violentos em relação aos removedores de redes ilegais, pescadores legais e a Marinha mexicana.

Infelizmente,  no dia 12 de março, as redes ilegais reivindicaram a primeira vítima de 2019, enquanto o grupo conservacionista Sea Shepherd encontrou uma Vaquita presa em uma outra rede dentro do suposto Refúgio Vaquita.

E aí, o que o mundo pode fazer para salvar as Vaquitas? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que está torcendo pelas Vaquitas, aquele abraço.

Próxima Matéria
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+