• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Estudante cria 'airbag' para smartphones e pode ser a solução para os desastrados [Vídeo]

POR Isabela Ferreira    EM Inovação      02/07/18 às 19h51

Você deve conhecer aquela sensação amarga ao deixar seu smartphone cair pela primeira vez. É como se a cena passasse em câmera lenta diante dos seus olhos, desde o momento em que ele desliza de seus dedos, até o momento em que pousa bruscamente no chão. E aquele barulho? A impressão é de que ele acaba de se transformar em mil pedacinhos. Então você se amaldiçoa em seus próprios pensamentos, e com cara de medo finalmente o tira do chão, analisando milimetricamente cada extremidade, em busca de algum trincado ou arranhão. Aí percebe que está tudo bem... Ufa!

Mas não é todo mundo que tem a sorte de sair dessa situação com o smartphone ileso. Talvez você já tenha sofrido muito com uma tela trincada, por exemplo. Não seria bom se houvesse uma forma de evitar que isso acontecesse? Certo, temos as capas protetoras e as películas de vidro que, convenhamos, já salvam vidas. Mas e se existisse algo ainda mais eficiente, que diminuísse as chances de um trincado a quase 0%?

A invenção que pode salvar um smartphone

O estudante alemão Philip Frenzel (imagem acima), de 25 anos, passou por uma situação parecida. Ele havia colocado o celular no bolso de sua jaqueta e acabou se esquecendo. Ao chegar em casa, acabou acertando a jaqueta sobre um corrimão e para seu azar, foi justamento no local em que o smartphone estava. A tela ficou completamente quebrada e não havia conserto para o caso.

Foi então que percebeu que deveria fazer algo para resolver de uma vez por todas o problema, ajudando outras pessoas a não passarem mais por isso. Depois de muito estudar, finalmente conseguiu desenvolver um dispositivo que pode ser implantado no celular e que o protege imediatamente após sofrer uma queda. Ganhou o nome de "airbag móvel", embora se pareça muito mais com um amortecedor.

No vídeo acima é possível ver como funciona. Dispõe de oito pezinhos curvos e elásticos, capazes de amortecer a queda do aparelho. Eles ficam acoplados dentro da capinha e são acionados no momento em que detectam uma queda livre, absorvendo o choque do impacto. De forma contrária aos airbags convencionais dos carros, este não é de uso único. Após ser usado, tudo que o proprietário do celular precisa fazer é recolher as perninhas para dentro da capa novamente.

Ainda existem algumas questões que precisam ser melhor estudadas. Por exemplo, será que o dispositivo não é acionado sempre quando "pensa" estar caindo? Você pode simplesmente ter jogado ele no sofá ou dentro de sua bolsa... Nada que representa perigo. Não seria um enorme trabalho colocar as pernas novamente dentro da capa do smartphone, é claro. No entanto, para ser realmente eficaz, o dispositivo deve funcionar de acordo com sua proposta.

Embora ainda precise de alguns ajustes, os juízes da Sociedade Alemã de Mecatrônica honraram Frenzel por sua ideia elegante e inovadora. De qualquer forma, ainda precisaremos esperar mais um pouco até ver essas maravilhas disponíveis no mercado.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+