Qual a diferença entre o peru e o chester?

POR A redação    EM Curiosidades      23/12/14 às 16h22

Tudo começou na década de 70, quando o peru de natal da Sadia virou tradição na ceia de todas as famílias no fim de ano. Era a única marca que ganhava dinheiro nessa época.
Com o objetivo de dominar o mercado com algo gostoso e de preço mais acessível a Perdigão fez vários estudos e testes para formar uma galinha diferenciada com coxas grossas, peituda e magra.
Receita-de-Chester-Recheado-para-o-Natal-1
O Chester é derivado do cruzamento de 11 linhagens diferentes de frangos escoceses. É uma galinha geneticamente modificada que foi escondida por muito tempo por ser supostamente uma bizarrice, com aparência anormal. Há rumores de que o frango tenha pernas atrofiadas, olhos desproporcionais, dificuldade de se locomover, entre muitas outras anomalias. E de tão feio o frango causaria repulsa nos consumidores. Para diminuir os boatos a Perdigão divulgou fotos do bicho há alguns anos atrás, mas muitos duvidaram ser verdadeira.
1
A explicação dada para tanto mistério foi: evitar cópias e garantir exclusividade. Mas será mesmo? Difícil acreditar na possibilidade de copiar o padrão genético apenas olhando fotos do bichinho. A marca garante que não há nenhuma modificação com anabolizantes, drogas ou antibióticos. Tudo feito apenas através do cruzamento genético.
1
Bom, verdade ou não, a marca alcançou o objetivo e hoje é uma concorrente de peso do peru nos fins de ano, e os consumidores não exigiram mais explicações.

Fonte: Curiosos. Acesse:http://www.curiososbr.com/qual-a-diferenca-entre-o-peru-e-o-chester/
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+