Existem tubos de plasma sobrevoando a Terra. Entenda

POR Isabela Ferreira    EM Ciência e Tecnologia      02/04/18 às 19h21

Sempre dizemos que ainda há muito a descobrir sobre o Planeta Terra, e a cada dia que se passa temos mais evidências disso. Durante um bom tempo os cientistas acreditaram na possibilidade de vivermos envoltos a uma espécie de campo magnético. Mas, por nunca terem conseguido provar isso visualmente, nada passava de especulações.

No entanto, no ano de 2015 foi possível ter uma ideia de um grande fenômeno que ocorre em nossa magnetosfera - região que constitui a parte exterior da atmosfera de um astro, onde o campo magnético é capaz de controlar processos eletrodinâmicos da atmosfera ionizada e de plasma. Pela primeira vez na história, ao observar suas camadas internas em volta da Terra, os astrônomos capturaram imagens de tubos de plasma que "flutuam" por cima de nós.

O que são esses tubos?

Cleo Loi, do Centro de Excelência em Astrofísica do Céu (CAASTRO), foi quem deu início ao estudo. De acordo com ela: "Por mais de 60 anos, os cientistas acreditavam que essas estruturas existiam. Mas imaginando-as pela primeira vez, nós fornecemos evidências visuais de que elas estão mesmo por lá". A descoberta só foi possível graças ao Murchison Widefield Array, um radiotelescópio posicionado no deserto da Austrália Ocidental.

A partir dele, Loi percebeu que poderia mapear fenômenos dos céus e explorar a grande capacidade fotográfica do instrumento. Dessa forma, ela conseguiu criar um filme que captura os movimentos em tempo real dos tubos de plasma. Ela acrescenta: "A descoberta das estruturas é importante porque elas causam distorções de sinal indesejadas que poderiam, por exemplo, afetar nossos sistemas de navegação baseados em satélites, civis e militares. Portanto, precisamos entendê-los". Abaixo, você

A verdade é que ainda não se sabe exatamente o que eles são. No entanto, estão localizados em uma região ao redor da Terra, que é preenchida por plasma criado pela atmosfera, e que é ionizado pela luz do sol. A ionosfera é a parte interna da magnetosfera. Em seus níveis superiores podem ser encontrados uma imensa variedade de estruturas de plasma... Incluindo os tubos em questão.

Loi ainda diz: "Nós medimos sua posição a cerca de 600 km acima do solo, na ionosfera superior, mas parecem continuar subindo. Isso é em torno de onde a atmosfera neutra termina e estamos em transição para o plasma do espaço sideral". O fato é que os estudos ainda estão em estágio inicial. Para determinar no que de fato os tubos podem afetar na Terra, além dos sistemas de navegação, é preciso ir mais além.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Imagens CAASTRO
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+