Isso foi o que aconteceu quando os EUA tentaram construir um disco voador [Vídeo]

POR Isabela Ferreira    EM Ciência e Tecnologia      06/06/18 às 18h40

Estamos sempre nos questionando sobre a possibilidade de os alienígenas existirem, e embora não seja possível obter uma resposta concreta, já chegamos bem perto de ter pelo menos, um disco voador. Mas não é exatamente o que você está pensando. A verdade é que os Estados Unidos já trabalharam em um projeto que visava a construção de um. Embora já tenha bastante tempo do ocorrido, a informação veio à tona apenas recentemente.

National Archives foi o responsável por publicar os detalhes do esquema que pertenceu aos anos 50. Era nada menos que um empreendimento militar chamado Project 1794, que pretendia construir um disco voador supersônico. Para colocar tudo em prática, a Força Aérea estadunidense tinha um acordo com uma extinta empresa do Canadá. A intenção era que, juntas, conseguissem desenvolver um protótipo diferente de tudo que já foi criado um dia. Há um memorando com a data de 1956, que revela exatamente o que os desenvolvedores tinham em mente.

O projeto

Apenas para que você tenha noção, o tal disco voador deveria atingir velocidade máxima entre Mach 3 e Mach 4, que seria o equivalente a quase 6 mil km/h. E não para por aí, se tudo tivesse seguido conforme os planos, o disco poderia ter girado por toda a estratosfera da Terra a velocidades absurdas. Também teria sido projetado para decolar e aterrissar de forma vertical, a partir de jatos de propulsão que controlariam e e estabilizariam a aeronave.

Segundo o que sugere o documento, o desenvolvimento do projeto estava avançando de forma mais rápida do que o esperado. De acordo com um dos trechos: "O design atual proporcionará um desempenho muito superior ao estimado no início das negociações do contrato". Mas a pergunta que fica é: se tudo parecia correr tão bem, então por que desistiram de seguir em frente?

O custo estimado para finalizar o projeto era o equivalente a 26,6 milhões de dólares, o que convenhamos... Não era grande coisa para um avanço tecnológico de tal natureza. O real problema é que os primeiros protótipos do disco voador estavam muito longe de cumprirem o que havia sido planejado... Muito longe mesmo!

Ao invés de viajaram a velocidades altíssimas e a elevados metros de altura, eles eram muito instáveis e mal conseguiam se levantar do chão. Dessa forma, os militares simplesmente decidiram abandonar o projeto no ano de 1960. Abaixo você pode conferir um vídeo que mostra os primeiros testes realizados na época, e o fiasco total que eles representaram. Dá uma olhada!

E aí pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+