• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

A maldição de Jacques Molay, o último grão-mestre Templário

POR Pietro Bottura    EM Mundo Afora      12/12/14 às 19h33

Nascido em 1244, em Molay Haute-Saône, na França, esse grão-mestre da Maçonaria chamado Jacques, envolto em mistério e tragédias que até hoje são incertas em sua narrativa. Jacques era um Templário, uma ordem de cavaleiros riquíssima e influente caracterizada como vilã em muitos jogos e filmes sobre o tema, como Assassin's Creed e Código Da Vinci, mas a verdade é um pouco menos preta-e-branca que isso.

Nossa história começa em 1921, quando invasores árabes - liderados pelo sultão al-Ashraf Khalil - atacaram Israel (então chamada de Acre) e pilharam a cidade. Isso destruiu as forças da Igreja para novas Cruzadas e marcou uma nova fase da História, mas o que importa não é esse fato, e sim os sobreviventes que ficaram no local, os Templários.

Dentre eles, Peter de Savery, um Templário sênior que se rendeu ao sultão, dando-lhes passagem pelas terras em troca de paz. Só que os árabes traíram o acordo e destruíram e pilharam a cidade, o que obrigou os Templários restantes a escoltar e esconder os civis que ainda estavam no local. Irados, fizeram outra investida contra os homens do sultão, que fingiu, num ato diplomático, pedir perdão a Savery. Mas, mais uma vez, usou de sua lábia para distrair o Templário e aprisioná-lo, o que completou a derrota dos cavaleiros. O domínio cristão de Israel, perdido, só voltaria a acontecer na cidade em 1917.

11155802049598

Na cidade desolada, poucas almas vivas podiam ser vistas. Entre elas, a de Jacques de Molay, que acabou virando grão-mestre Templário ao voltar para a Europa. Além disso, várias mudanças tinham acontecido: a Igreja já perdia poder para a política e a economia, e a causa dos Templários se tornara obsoleta. E isso fez Jacques começar a confundir as coisas.

Em 1307, já em Paris, por exemplo, o monarca Filipe IV mandou prender todos os Templários franceses restantes - pra melhorar, a ordem foi dada numa sexta-feira 13. De acordo com o rei, os Templários seriam culpados por atos de heresia, como desdenhar Deus, cuspir em cruzes, negar Cristo e idolatrar outras divindades. O Papa, temendo represálias, não ajudou os Templários, que foram submetidos à tortura mortos. Mas Filipe não parou por aí: seu aparentemente inexplicável e súbito ódio pelos Templários foi expandido ao resto da Europa, com cartas que enviou a diversos outros monarcas incentivando a perseguição à ordem.

12132101503428

11160202618638

Edward II, da Inglaterra, não gostou disso, já que era favorável aos Templários, e passou a advogar a favor da causa dos cavaleiros católicos. A disputa fez com que o próprio Papa, Clemente, criasse a bula papal (lei religiosa) chamada Pastoralis praeeminentiae, que oficializou a nova caça às bruxas. Novamente, Jacques sobreviveu a todo esse período, e conseguiu também assistir aos Templários serem inocentados, mas não reintegrados: Jacques continuou a ser perseguido na França, e o próprio Papa queria interrogá-lo, mas não podia ir pessoalmente, e então enviou o questionário através de cardeais, que teriam registrado a "confissão" de Jacques em um pergaminho oficial, o "Pergaminho de Chinon".

11160516840640

É claro que não se sabe até que ponto isso é inventado ou real, mas o tal pergaminho trazia revelações (ou confissões, melhor dizendo) bastante incriminatórias, descrevendo um ritual no qual Templários novos teriam que cuspir em cruzes para entrar no grupo. Jacques negou ter dito isso, e recebeu como resposta relatos de alguém que "havia visto" estátuas de Baphomet (foto acima) em templos dos Templários. É claro que, novamente, tudo isso foi negado.

Nessa guerra, 53 outros Templários permaneceram vivos e se declarando inocentes, até em que em 1311 foi notado que todos que haviam confessado algo haviam sofrido tortura severa, e o próprio Filipe resolveu deixar os cavaleiros em paz - dando-lhes apenas prisão perpétua caso não mudassem de ordem. Dentre eles, os 4 maiores nomes do movimento - entre eles, Jacques - que se dividiram: enquanto dois deles aceitaram a pena, Jacques (então com 72 anos) e Geoffroy de Charney resistiram às alegações, e Filipe mandou-os para a fogueira.

11161123146645 11161625726650

Nesse último momento de vida, Jacques teria amaldiçoado Filipe e Clemente, afirmando que voltaria em 1 ano para julgá-los diante de Deus. Coincidência ou não, Filipe morreu pouco tempo depois, mais ou menos da mesma forma que o rei Baratheon em Game of Thrones. E Jacques, mártir e espírito atormentado, entrou para a história como um anjo da vingança.

11154157853571

Próxima Matéria
Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+