O Torneio do Poder está chegando ao fim. Para completar a tristeza, Dragon Ball Super e toda a série também será finalizada com a resolução do evento. Ao menos são as informações soltadas pela produtora até o momento. No entanto, se por um lado os fãs ficarão sem o anime, de outra o mangá está apenas, digamos, começando. Diferente de todas as vezes, a animação de Dragon Ball Super não acompanhou as páginas em quadrinhos. Dessa vez, os capítulos do mangá têm sido liberados muito tempo depois dos episódios. Sendo assim, apenas agora ele começou a mostrar o início do Torneio do Poder.

Toyotaro é o autor responsável pelo mangá de Dragon Ball Super e ele não teve pudor em fazer alterações na história. Claro, a trama principal segue a mesma, no entanto, ele tem acrescentado mais personagens e histórias paralelas. Para as pessoas que gostam de mais informações e detalhes da história, o mangá é uma boa pedida. E logo no início do Torneio do Poder, Toyotaro já fez algumas mudanças no visual de Gohan. O Saiyajin já usou diversas vestimentas ao longo dos arcos apresentados. No entanto, um em especial permanece como o favorito de vários fãs: o macacão que homenageia Piccolo.

Publicidade
continue a leitura

Ao mestre, com carinho

Publicidade
continue a leitura

No anime de Dragon Ball Super, durante o Torneio do Poder, Gohan traja a mesma roupa que seu pai:  uma vestimenta que lembra sua fase na época de Manjin Boo, após ele ter alcançado sua forma Mística. Contudo, ao desenvolver o mangá, Toyotaro se mostrou ainda mais nostálgico. Ele deu a Gohan a mesma roupa que usou na Saga Cell, quando ele treina com Piccolo e se veste semelhante a seu mestre. Com isso, o autor pegou os fãs pelo coração.

Publicidade
continue a leitura

O mais engraçado, talvez, é que, enquanto o anime coloca Gohan parecido com seu pai biológico, o mangá faz homenagem a seu verdadeiro pai. Como todo fã sabe, Piccolo é muito mais próximo de Gohan do que Goku jamais foi. Por isso, o retrato do personagem feito por Toyotaro nas páginas chega a ser muito mais emocionante do que o da tela. O que você acha sobre a troca do uniforme? Comente com a gente.

Publicado em: 12/03/18 17h24