Curiosidades

Mergulhador é engolido por baleia mas sobrevive

0

Os oceanos que rodeiam os continentes são cheios de mistérios. Esse imenso universo azul guarda segredos inimagináveis. O ser humano, por exemplo, já chegou mais vezes à lua do que visitou profundidades oceânicas. Pouquíssimas vezes e poucos homens conseguiram certos feitos.

Por ser uma área ainda tão pouco explorada, os oceanos e todas suas criaturas e paisagens intrigam muitas pessoas. Tanto que, várias pessoas mergulham para ver as belezas que estão dentro dos mares. No entanto, nem sempre os mergulhos podem ser calmos e apenas contemplativos.

Como por exemplo o caso desse mergulhador sul-africano. Ele conseguiu escapar, milagrosamente, da sua morte, depois de ter sido brevemente engolido por uma baleia, na cidade de Port Elizabeth.

Engolido

Algumas histórias contam que pessoas foram engolidas por baleias e sobreviveram. Quem não se lembra imediatamente de Gepeto e Pinóquio e do profeta Jonas. Todos eles sobreviveram aos seus encontros com a baleia. E felizmente, o mergulhador também sobreviveu depois de ter tido a experiência de ter sido engolido por alguns segundos pela baleia.

“Eu estava filmando golfinhos, tubarões, pinguins e aves que se alimentam de sardinhas, quando, das profundezas, uma baleia Bryde surgiu, engolindo tudo em seu caminho”, disse.

“Senti pressão ao redor da minha cintura, e soube imediatamente o que estava acontecendo. Foi apenas uma questão de segundos antes que a baleia percebesse seu erro e abrisse a boca para me cuspir”, continuou.

Talvez pior, ou tão assustador quanto ser a pessoa engolida deve ser observar isso acontecendo. E foi exatamente isso que Silke, a mulher do mergulhador, e um fotógrafo fizeram.  Eles documentaram todo o horror passado pelo mergulhador.

Registro

Em algumas fotos é possível ver apenas as pernas de Rainer Schimpf para fora da boca do animal gigante. A baleia Bryde é um cetáceo que pode chegara 15 metros e se alimenta de pequenos peixes e crustáceos.

Mesmo que esse episódio tenha sido bem traumático, o mergulhador não deu muito espaço para o medo. Recuperado do susto ele não hesitou em voltar para o mar.

“Verificamos que o equipamento estava ok, que eu não tinha ossos quebrados, que tudo estava no lugar. Adrenalina ao máximo, eu não queria perder essa sessão de mergulho, voltei para a água, dessa vez em busca de tubarões”, disse.

O mergulhador tem vinte anos de experiência e vários prêmios. E claro que Schimpf sabe dos riscos que corre em sua profissão. “Predadores como baleias ou tubarões vão com tudo sobre suas presas e muitas vezes nossa visibilidade é extremamente baixa”, pontuou.

Contudo, mesmo com esses riscos desistir da sua missão sempre esteve fora de questão. “Nossa determinação em garantir ao meio ambiente a maior atenção e proteção continua intacta. E se eu renascer, gostaria que fosse na forma de uma baleia”, ressalta.

Coparentalidade, a nova maneira de criar filhos

Matéria anterior

7 coisas que você precisa saber se quiser morar na África do Sul

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.