CuriosidadesEntretenimento

Mulher recusa a se casar sem seu convidado de honra: o próprio cachorro

0

Às vezes, a lealdade canina não é o aspecto mais surpreendente de uma história. Algumas vezes, o amor e carinho que o dono tem para com o seu cãozinho pode surpreender. É o caso que aconteceu no casamento de uma mulher indiana chamada Mansi Khanna, e seu cachorro Sultão.

Desde que Mansi adotou Sultão, há oito anos, perto de sua casa em Nova Delhi, na Índia, os dois se tornaram praticamente inseparáveis. Assim, quando chegou o dia de Mansi se casar com seu noivo, Kunal, toda a cerimônia só fazia sentido se Sultão estivesse ao seu lado.

“Nós nem precisamos de muita discussão ou deliberação para perceber que queríamos Sultão naquele nosso dia especial”, disse Mansi em entrevista.

O tradicional casamento foi exuberante em cada detalhe, e Sultão é uma parte essencial, de muitas formas.

O cachorro estava vestido com seu próprio sherwani, traje padrão na Índia para uma ocasião especial.

“Eu escolhi pessoalmente o material e fiz a roupa especialmente para ele. Todos nós estávamos recebendo roupas novas, então ele tinha que ter sua roupa especial também!”.


Cerimônia

E a importância de Sultão para a cerimônia não a de apenas mais uma testemunha.

“Ele me acompanhou pelo corredor até o altar! Minha entrada para o casamento foi com ele do meu lado. Ele é o melhor cachorro do mundo, e eu disse isso a ele. E ele abanou a cauda, e me deu uma lambida no rosto!”.

Como é costume durante os casamentos indianos, tiveram uma troca de votos matrimoniais, seguido por um ritual chamado pheras. Nesse rito, a noiva e o noivo caminham juntos em torno de um fogo sagrado, para simbolizar a sua união.

E, é claro, Sultão se juntou a Mansi e Kunal durante esse ritual.

“Para nós, era como ele estivesse dizendo que estaria lá pra sempre conosco, e que vai nos dar apoio em tudo o que formos fazer”.

À medida que o casamento progrediu, tudo ficou ainda mais adorável.

“Sultão não só participou do pheras conosco, ele também comeu feliz o iogurte que eu tinha que dar para Kunal como parte da cerimônia. E ele também estava lá para comer os doces que Kunal me deu como parte do ritual. Basicamente, em todos os momentos significativos, ele demonstrou sua presença e participação”.

Obviamente, Sultão não foi lá só para comer os docinhos. O elegante cachorro pareceu apreciar o fato que tinha sido bem recebido em uma ocasião tão magnífica.

“Ele cumprimentou todos os convidados com um ‘aperto de patas’, e estava indo pra lá e pra cá com a sua cauda sacudindo, se misturando com a multidão. É como se ele tivesse aprendido como ser um bom anfitrião. Ele estava feliz em fazer parte de tudo aquilo”.

Kunal, o marido, também estava feliz em dividir as atenções com Sultão, no grande dia do casal.

“É como meu marido me diz, ‘desculpe querida, eu te amo, mas eu o amo mais’. Sultão só fez o nosso dia ainda mais especial com sua presença e travessuras.”

Os recém-casados ​​esperam que, ao compartilhar a história, outros sejam inspirados a considerar melhor em seus animais de estimação. É necessário tê-los como verdadeiros membros da família, e incluí-los mais nos maiores eventos da vida.

Só para maiores

Infelizmente, há um grande evento que Sultão está perdendo: a lua de mel do casal. Mas seus “pais” encontraram uma maneira de compensar isso.

“Estamos em nossa lua de mel nas Maldivas, mas fazemos vídeo-chamadas com ele todo ida. Ele ficou muito chateado por ele não poder vir conosco…”, brincou Mansi.

E ai, leitor(a), o que achou da história de Mansi, Kunal e Sultão? O que você teria feito no lugar deles?  Qual é a importância do seu cachorro para você e sua família? Deixa pra gente nos comments (:

14 ilustrações pesadas que revelam a maldade do mundo

Matéria anterior

7 situações que só quem tem TOC com alguma coisa vai entender

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos