• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

O fenômeno na Ilha de Jindo onde o mar se separa como na Bíblia

POR Natália Pereira    EM Curiosidades      26/04/18 às 19h23

Todos, religiosos ou não, conhecem algumas das histórias de Moisés presentes na Bíblia. Uma das mais famosas à seu respeito é aquela em que Moisés teria separado as águas para livrar os escravos hebreus do Egito. E, sinceramente, como não se lembrar dessa história, não é mesmo? Esse fator sempre chamou a atenção dos fieis, e até mesmo dos descrentes, por um motivo obvio, o fato de que isso não seria fisicamente possível.

Mas, a famosa história da Bíblia parece estar se repetindo na Ilha de Jindo, na Coréia do Sul. Local onde as águas teriam se separado, o que com certeza chamou a atenção de turistas e internautas. O fenômeno que permite que isso aconteça, chamado "Jindo Sea-Parting" se tornou tão importante que se tornou um importante evento na região, ficando conhecido como "Festival Jindo Mar-Parting" - Festival da Separação do Mar de Jindo, ou mesmo "O Milagre de Moisés".

O fenômeno

A Ilha Jindo é a terceira maior da Coreia do Sul e está localizada na província de Jeolla del Sur, com um arquipélago de 250 ilhas. O fenômeno que tem chamado a atenção recentemente acontece todos os anos no local, no final de fevereiro e por volta de junho. Durante esse período a maré se encontra extremamente baixa e isso proporciona a formação de uma passagem natural entre a Ilha Jimbo e a Ilha Modo. Ela possuí, no total, cerca de 2,9 quilômetros de comprimento e de 10 a 20 metros de largura.

A passagem formada dura apenas 1 hora, antes de ser tomada pela água novamente, e acontece durante 4 dias consecutivos. O fenômeno acabou ganhando visibilidade internacional depois de 1975, quando o embaixador francês Pierre Landy, que estava na Coreia do Sul, descreveu o ocorrido em um jornal da França e o classificou como "O milagre de Moisés". Ele ficou tão popular que, atualmente, o local conta com aproximadamente meio milhão de turistas que vão até lá para consagrar a sua maravilha.

Lenda local

Uma lenda local que busca justificar o fenômeno conta que, há muito tempo, os aldeões da ilha começaram a ser atacados por tigres. Isso fez com que eles fugissem de barco pada a ilha vizinha, a Ilha de Modo. Mas, infelizmente, uma senhora idosa chamada Ppong acabou ficando para trás. Ela passou a orar todos os dias para o deus do oceanoYongwang, para que ela pudesse reencontrar a sua família. E, por volta de fevereiro, Yongwang teria aparecido em um de seus sonhos dizendo para que ela fosse até o mar no outro dia pois ele enviaria um arco-íris e ela devia atravessá-lo. Ela teria ido até a margem das águas no dia seguinte e as águas se abriram para ela em forma de um arco-íris. Para perpetuar a lenda, uma estátua da Ppong e do tigre foi feita na Ilha de Modo para homenagear a história.

Algumas imagens do fenômeno

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

E aí, já tinha ouvido falar sobre esse fenômeno na Ilha de Jindo? Realmente intrigante, não acha?

Próxima Matéria
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+