Curiosidades

O jardim desse homem em uma garrafa de vidro segue vivo mesmo sem receber água desde 1972

0

As plantas são a espinha dorsal de toda a vida na Terra, sendo essencial para o bem-estar do ser humano. Elas fornecem alimentos para quase todos os organismos terrestres. Mantêm a atmosfera, produzem oxigênio e absorvem dióxido de carbono durante a fotossíntese. Por meio dos seus processos respiratórios, por exemplo, as plantas movem enormes quantidades de água do solo para a atmosfera. Além disso, criam habitats para muitos organismos.

Sabendo de tudo isso a respeito das plantas e vendo como a natureza se comporta mesmo com a destruição humana fica claro o seu poder e sua força autossuficiente para conseguir crescer, florescer e se multiplicar.

Garrafa

Essa força da natureza pode ser vista tanto nas florestas pelo mundo todo, como em uma garrafa específica. Esse segundo caso foi um experimento feito pelo inglês David Latimer. Em 1960, ele decidiu tentar criar um pequeno jardim dentro de um garrafão de vidro. E desde a sua criação, o jardim segue verde e bastante vivo, curiosamente, lacrado dentro da garrafa.

Outro fato ainda mais curioso é que a última vez que Latimer molhou a sua planta foi em 1972. O inglês garante que teve a ideia apenas para que a garrafa tivesse uma utilidade, e por isso, resolveu fazer esse experimento.

Depois de 57 anos, o jardim de Latimer segue saudável e autossuficiente. Ele cresce sozinho e de forma perfeita. O começo do jardim foi em um domingo de páscoa de 1960, quando ele colocou um composto com terra dentro do garrafão, que já tinha ácido sulfúrico, e então plantou delicadamente uma muda de tradescantia.

Sem interferência

Nos primeiros 12 anos de vida da planta ela ficou intocada dentro da garrafa. E em 1972, o inglês decidiu abrir a garrafa pela primeir vez para colocar mais água no pequeno ecossistema que estava se formando. Essa foi a única vez que Latimer  interferiu no ecossistema dentro da garrafa. Em todos esses outros anos ele vem se desenvolvendo apenas com a luz solar, que dá as plantas a chance de fazer fotossíntese, crescerem, liberarem oxigênio e intensificar a umidade.

A umidade que é formada dentro da garrafa funciona como uma espécie de “chuva”. As bactérias agem nas folhas que caem e liberam o gás carbônico que é preciso. Pronto, o ciclo necessário para a vida delas está completo.

Força da natureza

A garrafa de Latimer funciona como uma versão micro do que acontece no mundo, mas claro que com uma enorme diferença que é a interferência dos humanos.

Com o experimento feito por Latimer nós temos a comprovação de que se o ser humano não interferisse, a natureza simplesmente iria prosperar de forma linda. Mostrando toda sua força mesmo nos lugares que pareçam mais inóspitos.

Cidade chinesa afirma ter encontrado Coronavírus vindo em embalagem de carne brasileira

Matéria anterior

10 fotos históricas de momentos únicos dos famosos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos