O que acontece se você colocar um objeto de metal dentro do microondas?

POR Rafael Miranda    EM Curiosidades      25/03/15 às 20h09

O microondas é uma das grande invenções da humanidade. E como já dissemos aqui na Fatos Desconhecidos, foi descoberto por acaso. A ideia de usar micro-ondas para cozinhar alimentos foi descoberta por Percy Spencer que trabalhava na empresa Raytheon, fabricando magnetrons para aparelhos de radar.

Um dia estava trabalhando num aparelho de radar ativo quando observou uma sensação repentina e estranha, e viu que uma barra de chocolate que tinha no seu bolso tinha derretido. Percy não era nenhum estranho às descobertas e experiências, devido ao seu suporte a 120 patentes e entendeu perfeitamente o que tinha acontecido.

O primeiro alimento a ser cozido deliberadamente com micro-ondas foi a pipoca e o segundo um ovo, que cozinhou de dentro para fora e explodiu devido à pressão. Em 1946 a empresa Raytheon patenteou o processo de cozinhar por micro-ondas e em 1947, construíram o primeiro forno de micro-ondas comercial, o Radarange. Tinha 1,70 m de altura e pesava 340 kg. Era arrefecido a água e produzia 3000 watts, aproximadamente três vezes a quantidade de radiação produzida por fornos de micro-ondas atuais.

Por que não pode utilizar metal?

Qualquer objeto de metal pode criar um arco elétrico (faísca) dentro do forno de micro-ondas; isso inclui peças de faqueiro e papel-alumínio. O forno micro-ondas contém um magnétron, isto é, um tubo onde os elétrons são afetados por campos magnéticos e elétricos de maneira a produzir radiações na forma de micro-ondas.

O problema de se colocar metais dentro do microondas é que eles possuem muitos elétrons livres, e eles são ótimos condutores de corrente elétrica. Ao colocar no microondas algum objetos excita esses elétrons que tendem a saltar para camadas mais externas do átomo e podem danificar seu aparelho.

 Veja o que acontece quando se coloca um objeto metálico no microondas

Rafael Miranda
Jornalista viciado em memes e amante da cultura pop.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+