• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O que aconteceria se o continente africano se partisse ao meio?

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      19/03/19 às 18h47

No ano de 2005, uma cratera de 60 quilômetros se abriu na Etiópia e ela vem se expandindo desde então. Esse evento tem assustado as pessoas, pois é como se o continente estivesse se desfazendo, ou melhor, se separando. Essa separação do continente está acontecendo, nesse exato momento, na África. Esse rombo de 60 quilômetros levou dez dias para se formar e desde então, não parou mais de se expandir. Estudiosos afirmam que essa massa de terra vai se quebrar em breve, dando assim origem a um novo oceano. O que isso poderá fazer com o povo da África? Quanto tempo levará para que o continente africano se separe de vez?

A aparência do nosso planeta muda continuamente, mas essa é mais extrema e está dando origem a um novo oceano. Essa mudança ocorre graças ao deslocamento das placas tectônicas, mas isso raramente é notório. As rachaduras na Terra se abriram em 2005 e isso aconteceu em diversos países do continente africano. Isso tem causado cada vez mais medo na população local. Apesar de todo o medo, os especialistas afirmam que essas fraturas poderiam nos ensinar muito sobre a formação do nosso mundo. A Fenda da África Oriental, por exemplo, é algo que poucas pessoas na Etiópia ouviram falar, até o chão começar a se rachar.

Essa trata-se de uma zona continental ativa, e a julgar pelo olhar vazio, pode exigir mais de uma explicação. A camada rígida da Terra é conhecida como litosfera e se divide em várias placas tectônicas. As placas tectônicas são basicamente grandes placas de rochas que se movem em sincronia, uma com a outra e essa velocidade pode variar. Quando as placas se afastam demais, causam fraturas em seus limites. A terra que fica entre as duas placas começa a afundar e isso forma o que é conhecido como "rift". Isso é capaz de levar a novos limites sendo criados entre placas.

No caso dessa fenda, a placa tectônica está se dividindo em duas placas menores: as placas somali e núbia. Sendo assim, o que acontece quando as placas se separarem completamente uma da outra? Então, por um lado, não estaremos vivos para ver isso. Apesar da demasiada rapidez no aparecimento das rachaduras, os geólogos afirmam que o continente levará em média 10 milhões de anos para se separar por completo. Eles estão se separando atualmente a uma taxa de 6 a 7 milímetros por ano. Sendo assim, não precisamos temer esse acontecimento.

Conforme as placas vão se separando, o rift vai afundando e a água do Mar Vermelho vai inundando, criando um novo oceano. A África se tornará muito menor, visto que as partes do sul da Etiópia e da Somália se dispersarão, formando uma nova ilha. Os moradores africanos que vivem ao longo da fenda podem esperar mais distúrbios. Poderão aparecer rachaduras nas estradas e cidades, por exemplo. Os geólogos acreditam que um estudo a respeito disso é capaz de esclarecer muitas coisas a respeito da moldação da superfície da Terra. Além disso, podem estudar mais sobre os terremotos e erupções vulcânicas.

Vídeo

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+